Direitos do viajante em aeroportos

 

Por Da Redação Atualizado em 16 dez 2016, 09h08 - Publicado em 17 set 2011, 20h05

Nos aeroportos nacionais e internacionais, o embarque e desembarque de portadores de deficiência, mobilidade reduzida, gestantes, pessoas a partir de 60 anos e pessoas com crianças de colo é realizado com prioridade. No momento da reserva, que deve ser feita com 48 horas de antecedência, basta comunicar a necessidade de atendimento especial à empresa aérea. Leia mais no Guia de Acessibilidade da Anac.Anote aí:– No dia do embarque, dirija-se ao balcão de check-in portando documento de identificação. E não atrase. Compareça com antecedência mínima de 1h30 para voos nacionais e de 2 horas para voos internacionais;- Nos aeroportos que não têm pontes de embarque, exija veículos equipados com elevadores ou dispositivos para embarcar e desembarcar com segurança;- Pessoas com deficiência visual podem viajar acompanhadas com o seu cão-guia. Porém, é necessário apresentar a carteira de vacinação atualizada do animal, com o tipo de vacina e o nome do fabricante. Dependendo do destino, poderá ser solicitado ainda um atestado sanitário emitido pelo veterinário.

Leia mais:

Viajantes com necessidades especiais

Continua após a publicidade

Publicidade