Corinthians: embarquei no avião dos bicampeões mundiais

Em retorno ao Brasil e sem planejar, corintiana embarca ao lado da delegação

Por Melissa de Miranda Atualizado em 16 dez 2016, 08h13 - Publicado em 18 dez 2012, 16h52

As camisetas alvinegras predominavam entre os transeuntes do Aeroporto Internacional da Guarulhos, hoje (18), na volta da delegação do Corinthians do Campeonato Mundial de Clubes da Fifa. Com 25 anos e corintiana desde pequena, a paulistana Íris de Miranda poderia facilmente estar entre os fiéis torcedores que se aventuraram ao outro lado do mundo, em Yokohama, no Japão, para ver o Alvinegro conquistar o bicampeonato no último domingo (16) – mas não estava. A estudante de mestrado na Alemanha, onde mora há três anos, foi surpreendida ao embarcar num voo para São Paulo acompanhada não apenas da torcida, como de toda a delegação.

“Geralmente só vou ao Brasil na época do Natal, quando não há campeonato, então quando marquei minha passagem este ano, nem levei em consideração a final do mundial”, diz ela, que assistiu ao jogo sozinha pela internet, na pequena cidade de Bensheim. Ao avistar a primeira camiseta alvinegra no aeroporto de Frankfurt, na noite de segunda-feira (17), a paulistana teve que conter o “Vai, Timão!” impulsivo, em respeito à seriedade do povo alemão. Não demorou muito, porém, até que dezenas de outras camisetas surgissem e aos poucos lotassem a sala de embarque para o voo destinado à terra do futebol. “A atmosfera logo mudou, as pessoas riam e celebravam num coro familiar”, lembra e conta que apenas minutos depois avistou os jogadores Jorge Henrique e Romarinho.

Em escala do Japão, o time aproveitava para descansar e desfrutar de alguns copos de cerveja alemã. “Os jogadores foram muito atenciosos e simpáticos, dividiram (as cervejas) com os torcedores no saguão e pararam para fotos e autógrafos durante as 12 horas de voo”, elogia. Até o piloto do avião arriscou um português ao cumprimentar os passageiros no alto-falante: “Parabéns, Corinthians!”, em clima descontraído. Em seguida, explicou em alemão para os demais passageiros que o time havia ganhado o Mundial de Clubes contra o Chelsea. E a animação da torcida se manteve durante toda a viagem. A cada anúncio do comandante no rádio, ouvia-se alguém mandar um tímido “Vai, Timão” por entre os assentos e a aterrissagem foi realizada ao som de “Ô, ô, o campeão chegou!”, puxado pelos próprios jogadores nas palmas.

A festa do bicampeonato chegava ao Brasil. Uma torcedora devota lembrou-se ainda de agradecer ao padroeiro do time, suspirando aliviada quando o avião enfim parou – “Salve, São Jorge!”. Os jogadores foram os primeiros a desembarcar, na manhã desta terça-feira (18). O restante dos passageiros foi acomodado em ônibus e transportado até o Terminal 2. “De torcedores completamente humildes, levando só uma malinha, até famílias inteiras ou mesmo trabalhadores do aeroporto espalhados pela pista, todo mundo usava a camisa do Corinthians e sorria ao ver a delegação passar”, aponta Íris, que não se incomodou com a fila de carros que rapidamente engarrafou o trânsito na saída de Cumbica.

Com duas fotos ao lado dos jogadores e uma boa história para contar, ela garante: “o meu presente de Natal chegou mais cedo”.

Continua após a publicidade

Leia mais:

Fotos da chegada da festa, da PLACAR

Copa das Confederações: Fifa coloca à venda mais de 470 mil ingressos

Museu do Futebol traz exposição temporária sobre árbitros

O jogo da vida

Continua após a publicidade
Publicidade