Choque na rotina

As férias chegaram, mas nada de conseguir se desligar dos problemas. Que tal uma terapia de descompressão?

Há estudos segundo os quais são necessários 15 dias de férias para de fato nos desconectarmos do trabalho. Eu acho tempo demais. À minha maneira, inventei um jeito de fazer com que isso ocorra logo nos primeiros dias, dando um susto na rotina.

Tudo começou quando, no primeiro dia de uma viagem para Paris, eu fiz um hammam na Grande Mesquita (www.la-mosquee.com). Para quem não sabe (e eu não sabia), o hammam é um banho turco que se faz em uma sauna gigante, linda e colorida. Podem-se fazer esfoliação, massagem e tratamentos de beleza. Lá dentro, um bando de mulheres de todas as idades, credos, tamanhos e formatos, vestindo biquíni ou apenas calcinha e sutiã, vive um verdadeiro ritual de relaxamento (há dias somente para homens também). Ao ir embora, você vê a moça que estava só de calcinha do seu lado sair coberta por um véu. Lá dentro, éramos todas mulheres com alguma cumplicidade. Da porta para fora, cada uma pertence a um mundo diferente. Tempos depois, novamente em Paris, experimentei o Hammam Medina Center (www.hammam-medina.com). A massagem foi ma-ra-vi-lho-sa, mas o hammam da Grande Mesquita é bem mais bonito.

Quando fui a Istambul, o berço dos hammans, deixei minhas malas no hotel e fui correndo para o Çemberlitaş (www.cemberlitashamami.com.tr), um lugar deslumbrante e talvez o mais famoso hamman do mundo. A senhora que fez esfoliação em mim não falava inglês, e eu, claro, não falo turco. Sem saber o que ela queria, tive minha cabeça enterrada na sua barriga – e só depois me dei conta de que era para lavar meu cabelo de um jeito bem… maternal. Saí me sentindo leve e limpa para os dias na Turquia.

Mas nem só de hammans depende essa descompressão da rotina. aqui em Londres, onde escrevo este texto, experimentei uma aula de ioga Bikram assim que cheguei: em uma sala aquecida a 40 graus, suei bicas. Foi um verdadeiro detox, e saí flutuando como a Mary Poppins.

Ioga, banho turco, massagem, mergulho no mar. Não importa o método. o importante é escolher alguma coisa que dê boas-vindas ao seu corpo para que ele perceba que as tão esperadas férias chegaram. Não dá para esperar 15 dias, né?

Georgia Barcellos quer fazer sauna assim que pisar na escandinávia

Leia mais:

Check-in ##– Veja outras reportagens da edição de OUTUBRO da VT

Os melhores blogs de viagem ##– Reportagem da Viagem e Turismo

Saia pelo mundo ##– O blog da Mari Campos no viajeaqui

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s