Chapadão dos chapadões – O essencial

Jalapão, no Tocantins: voos, agencias, melhor época e guias turísticos

Por Mônica Pileggi Atualizado em 16 dez 2016, 09h15 - Publicado em 12 set 2011, 20h34

COMO CHEGAR

O primeiro passo é ir até a cidade de Palmas. A TAM (4002-5700 e 0800-5705700, www.tam.com.br) tem passagens para a capital do Tocantins desde R$ 490. Já na Gol (0300-1152121, www.voegol.com.br), os voos saem desde R$ 440. De lá é preciso seguir até a rodoviária, de onde parte a van para Ponte Alta, sempre às 15h, por R$ 28, com a Transcuper (63/3216-1228), ou a van para Mateiros, que sai às terças e às sextas, às 8h, por R$ 63, com a Coopertato (63/3216-1870).

QUEM LEVA

A Korubo (11/4063-1502, www.jalapao.com) recebe os passageiros em Palmas e os leva a um roteiro de seis noites, sendo duas na capital do Tocantins e quatro em um acampamento fixo, com 12 tendas amplas, localizado à beira do Rio Novo. No acampamento, a pensão é completa e há vários passeios em 4×4, canoagem e caminhadas incluídos. O pacote sai desde R$ 2 300, sem o aéreo; pessoas com até 18 anos pagam R$ 1 150 – a operadora não aceita menores de 8 anos. A Ambiental (11/3818-4600, www.ambiental.tur.br) tem pacote, incluindo passagens aéreas, desde R$ 3 005 (saída em 9 de julho). Se quiser fazer rafting, a Venturas & Aventuras (11/3872-0362, www.venturas.com.br) tem pacote que inclui botes, remos e capacetes, além de guias especializados. O roteiro dura sete noites, que são divididas entre pousadas em Palmas e Mateiros, com café da manhã, e três noites de acampamento no Jalapão, com pensão completa; os preços começam em R$ 3 200 (saídas em junho e em agosto). A Pisa Trekking (11/5052-4085, www.pisa.tur.br) tem roteiros para o Jalapão desde R$ 1 948 por pessoa (sem aéreo). Consulte também seu agente de viagens.

QUANDO IR

A melhor época para explorar o Jalapão é de maio a setembro, meses de estiagem, quando o céu está sempre azul e o volume de água nos rios diminui, fazendo com que apareçam prainhas nas margens.

Continua após a publicidade

GUIA

Embora muitas das atrações de Mateiros possam ser acessadas sem um guia, o melhor da região de Ponte Alta só pode ser conhecido com a ajuda de um profissional. Contrate-o no CAT (3378-1185). As diárias estão em R$ 50 (para o grupo).

Leia mais:

O chapadão dos chapadões

O chapadão dos chapadões – onde é melhor

Continua após a publicidade

Publicidade