Chama o velho

Quando as férias, o tempo livre e uma praia não forem suficientes para se desconectar, é hora de ouvir Dorival Caymmi

A vida corrida, confusa, conectada, eternamente em vigília, pede antídotos. No turismo, fala-se em “detox digital” – hotéis e outros lugares em que é vedado ao hóspede entrar no Facebook ou mesmo na internet. A ideia é pisar na areia, mergulhar, ver estrelas. Traduzindo: se garantir com o próprio equipamento. Mas, se é difícil ter uma slow life, difícil também é ter uma slow travel. E aqui entra Dorival Caymmi, um precursor, um arcano da vida boa. O caminho já estava em suas letras.

Pra quê… comprar?

“Se o casaco for vermelho

Todo mundo vai usar

Saia verde, azul e branco

Todo mundo vai usar

Apesar dessa mistura

Todo mundo vai gostar

É que debaixo do bolero

Lero, lero, lero

Tem você yayá”

(de Vestido de Bolero)

Pra quê… encanar?

“Maria Amélia, eu passei toda a noite

Sonhando

Maria Amélia, eu passei toda a noite

Pensando

Lindas palavras

Que eu preparei pra lhe dizer

Mas me esqueci, mas me esqueci”

(de Eu Cheguei Lá)

Pra quê… viajar?

“Se a noite é de lua

A vontade é contar mentira

É se espreguiçar

Deitar na areia da praia

Que acaba onde a vista não pode alcançar

E assim adormece esse homem

Que nunca precisa dormir pra sonhar

Porque não há sonho mais lindo do que sua terra”

(de João Valentão)

Pra quê… precisar?

“Eu vou convidar Anália

Eu vou!

Se Anália não quiser ir

Eu vou só!

Eu vou só!

Eu vou só!

Eu vou só sem Anália

Mas eu vou!”

(de Maracangalha)

Pra quê… voltar?

“Quem vem pra beira do mar, ai

Nunca mais quer voltar, ai

Quem vem pra beira do mar, ai

Nunca mais quer voltar”

(de Quem Vem pra Beira do Mar)

→ *Paulo Vieira já foi à Bahia

Leia mais:

Check-in ##– Veja outras reportagens da edição de ABRIL de 2013 da VT

Na coluna O Insider ##– O hotel reservado na Cidade do México estava em reforma

Occupy a comunidade ##– Na coluna Viajar Bem e Barato, a nova fronteira do turismo carioca são as festas das favelas pacificadas

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s