Capadócia: os melhores hotéis, restaurantes, passeios e vilas

Tudo o que você precisa saber para planejar a sua viagem a um dos mais encantadores destinos da Turquia

Nos arredores da cidade de Nevsehir, em pleno centro geográfico da Turquia, as montanhas tão características da Anatólia Central cedem espaço a planícies que, séculos e séculos atrás, foram varridas por sucessivas erupções de vulcões (hoje extintos). Como resultado, a tufa, uma rocha extremamente porosa, cobriu toda a região. O vento e a chuva cuidaram do resto. Enormes esculturas ao ar livre assumiram formas de animais, de chaminés, de cogumelos, de grandes gotas. Dentro delas, o homem construiu casas, mosteiros e igrejas, alguns com mais de mil anos de história. Há até mesmo cidades inteiras subterrâneas, como Derinkuyu, que chegou a abrigar uma população de 10 mil pessoas nos primeiros séculos depois de Cristo, um verdadeiro formigueiro humano. Ainda hoje há casas – e até mesmo hotéis – assim.

Estamos na Capadócia, um panorama incomum que poderia ser facilmente a superfície de um planeta inóspito. Os primeiros registros que se têm da região datam do século 2 a.C. Os cristãos, que reinaram por ali entre os séculos 4 e 11, aproveitaram o cenário e ergueram verdadeiras joias – são capelas, igrejinhas e mosteiros construídos no interior de grandes rochas. Do alto, a paisagem é ainda mais impressionante. Todos os dias, aos primeiros raios de sol, o céu se colore de balões que chegam a 500, mil, dois mil metros de altura para assistir o espetáculo sob outra perspectiva. O que se vê é uma sucessão de formações surreais que se erguem abruptamente a até 40, 50 metros, planícies emolduradas por rochas avermelhadas e vales ondulados que se estendem até onde a vista alcança. Um visual desconcertante que faz jus à lenda de um dos seus filhos mais ilustres: São Jorge, que antes de ir para a Lua combater o seu dragão, teria nascido bem aqui no final do século 3.

QUANDO IR

A época ideal para visitar a Turquia é durante a primavera (abril a junho) e os primeiros meses do outono (setembro e outubro). Julho e agosto são os meses mais quentes e também os mais cheios e concorridos. A temporada de balões na Capadócia costuma ir de abril a novembro. O inverno é rigoroso, com neve frequente, e muitos hotéis fecham de meados de outubro até o final de março.

Vista da cidade de Uçhisar. Ao fundo, o Castelo de Uçhisar, Capadócia, Turquia Vista da cidade de Uçhisar com o castelo ao fundo

Vista da cidade de Uçhisar com o castelo ao fundo (tunart/Getty Images)

COMO CHEGAR

A Turkish Airlines tem voos diretos para Istambul a partir de São Paulo. A maioria das demais companhias que voam para a Europa chegam lá a partir do Brasil com apenas uma escala – é o caso da Air France, da Iberia ou da KLM, por exemplo. A maneira mais rápida de ir de Istambul para a Capadócia também é de avião (se não for parar em Istambul, consulte a possibilidade de pegar um voo direto de outra cidade europeia para a Capadócia). Há dois aeroportos principais na região: Nevsehir e Kayseri – as principais cias aéreas que voam até lá são a Turkish Airlines e a Pegasus Airlines. Outra opção é ir de ônibus. A viagem é geralmente feita à noite e dura cerca de 10 a 12 horas. A maior base é Nevsehir, mas é possível comprar bilhetes diretos para Urgup ou Goreme, por exemplo. Duas empresas que fazem o trecho são a Metro Turizm e a Nevsehir Seyahat. A viagem de trem é mais longa e não compensa, a estação mais central fica em Kayseri.

COMO CIRCULAR

A partir dos aeroportos de Nevsehir e Kayseri, há transfers que levam aos principais destinos da Capadócia – uma das maiores empresas é a Cappadocia Express. Mas a melhor maneira de explorar a região é de carro. A Rental Cars busca as melhores tarifas entre as principais locadoras, inclusive as low-cost, e costuma ter preços imbatíveis. Vale sempre a pena verificar detalhes como a política de quilometragem (se é limitada a um certo número de quilômetros por dia) e de tanque de combustível (se é preciso devolver com tanque cheio, vazio etc). É recomendável fazer o seguro total, não incluído no preço básico – ele pode ser contratado no próprio site da Rental Cars, no momento da reserva, ou no balcão da locadora.

Céu colorido de balões, Capadócia, Turquia Céu colorido de balões, um trademark da Capadócia

Céu colorido de balões, um trademark da Capadócia (Gerardo Lazzari/Pixabay)

PASSEIOS

Castelo de Uçhisar
Um dos principais cartões-postais da região, esta imensa rocha recheada de túneis e construções coroa a vilinha de mesmo nome, que se esparrama aos seus pés. Lá do alto assiste-se a um belo pôr-do-sol.

Museu ao Ar Livre de Goreme
Esta imensa área ao ar livre reúne singelas igrejas e mosteiros esculpidos no interior de imensas rochas. Há capelas dedicadas a Santa Catarina, Santa Bárbara e São Basílio (esse, um santo local, nascido em Kayseri), mas a mais impressionante delas é a Karanlik Kilise, ou Igreja Escura, restaurada e bem preservada, recheada de belíssimos afrescos bíblicos.

Parque Nacional de Goreme
Os arredores da cidadezinha de Goreme são tomados por vales incríveis recheados de trilhas que descortinam belos cenários. Muitos estão interconectados. São especialmente bonitos o Vale das Rosas (Gulludere Vadisi) e o Vale do Amor (Gorkundere Vadisi).

Vale do Amor, Capadócia, Turquia Formações geológicas fálicas no Vale do Amor

Formações geológicas fálicas no Vale do Amor (Ekaterina_Polischuk/Getty Images)

Passeio de balão
Há lugares no mundo perfeitos para serem explorados a bordo de um balão – o Vale do Loire, na França, as planícies do Alentejo, em Portugal, os templos de Bagan, no Myanmar… Pois neste seleto hall de destinos perfeitos para se ver do alto (tanto pelas condições climáticas quanto pelas paisagens), a Capadócia ocupa o topo do ranking. Trata-se de um dos passeios obrigatórios da região, operados sempre ao amanhecer. Os voos duram em média uma hora e custam entre € 150 e € 200 por pessoa (vale cada centavo do investimento). Diferentes empresas operam os voos, entre elas a Royal Balloon e a Butterfly Balloons.

Cidades subterrâneas
A Capadócia é recheada de cidades seculares que se desenvolveram completamente debaixo da terra, muitas delas com um complexo sistema de túneis que já chegaram a abrigar até 10 mil pessoas! Elas eram usadas, sobretudo, para as pessoas escaparem de perseguições durante períodos turbulentos. Calcula-se que haja mais de 100 espalhadas pela região, e dezenas delas estão abertas a visitação. Duas das maiores são Derinkuyu, espalhada por sete andares, e Kaimakli, a mais visitada.

ONDE FICAR

As vilas mais charmosas, que concentram hotéis bacanas, cafés e restaurantes gostosos em meio ao cenário de superfícies lunares são Goreme, Uchisar e Urgup. Goreme, casa de pouco mais de 2 mil habitantes, tem ainda a vantagem de concentrar as principais atrações da região nos seus arredores, caso do Museu ao Ar Livre e do parque nacional recheado de vales e trilhas. Ali, o Kelebek Special Cave Hotel reúne tudo o que se imagina de um hotel de sonhos na região: quartos encravados nas rochas, uma gostosa piscina e terraços que se abrem para vistas espetaculares do vale. As diárias dos quartos mais simples começam em € 55 e a dos mais completos chegam a € 220.

Dono de uma atraente pegada sustentável, o Koza Cave Hotel tem apenas 10 quartos (desde € 140) e um espetacular rooftop recheado de tapetes, almofadas e lounges estratégicos que se abrem para um cenário espetacular (ao amanhecer, quando os balões estão no ar, fica ainda mais mágico). Fica em Uçhisar uma das melhores opções de luxo de toda a região: o Museum Hotel, dono de 30 quartos impecáveis – podendo, vale o investimento. As suítes escavadas nas rochas se debruçam sobre o penhasco e o visual é arrebatador. O café da manhã é uma orgia servida às margens da piscina de vista infinita, de onde se pode observar os balões sobrevoando a região ao amanhecer. Pertence à exclusiva rede Relais & Châteaux e tem diárias desde € 365.

Mais em conta, o Kale Konak é um charme e tem diárias desde € 90. Em Urgup, o Sota Cappadocia tem toques moderninhos de design em meio aos traços tão típicos da região. São apenas 8 quartos com diárias custam desde € 108. O Esbelli Eve é outra alternativa aconchegante e cheia de charme, com gostosos pátios e cantinhos de relax. Diárias desde € 120.

Suíte Spa do Museum Hotel, Capadócia, Turquia Suíte Spa do nababesco Museum Hotel

Suíte Spa do nababesco Museum Hotel (Museum Hotel/Divulgação)

ONDE COMER

Uma das melhores pedidas de Goreme é o Seten, onde as mesas se espalham por um salão elegante, por vezes animado por música ao vivo (um piano faz parte do décor), e por um gostoso pátio com mesas ao ar livre. Tem a sua própria cave de vinhos e organiza aulas de culinária. Dentro do hotel de mesmo nome, em Uçhisar, o Sakli Konak prepara deliciosas receitas típicas, muitas delas em forno a lenha. Entre as opções, berinjela recheada, kebab e muitas caçarolas (de frango, de almôndegas, de feijão…). O ambiente é uma graça.

Para uma noite especial, vale reservar uma mesa no Lil’a, o restaurante gourmet do Museum Hotel, estampado com o selo da rede Relais e Châteaux, também em Uçhisar. No menu, receitas clássicas como o ensopado de cordeiro com damascos, ameixas e échallotes e criações como o pato assado com mel e lavanda, acompanhado de molho de cerejas ácidas e creme de beterraba. O ambiente é um espetáculo. Em pleno centro de Urgup, o Han Çiragan (Cumhuriyet Meydani) é pontado como um dos mais antigos da região. Da cozinha saem clássicos da culinária turca com toques moderninhos. Não perca o gostoso bar com mesinhas ao ar livre sob frondosas parreiras. Também imperdível, o Ziggy Café serve receitas gostosas em dois ambientes distintos. Difícil é escolher onde ficar: se no terraço com gostosas mesas e sofás, ideal para um bom coquetel, se no salão recheado de poltronas elegantes.

DOCUMENTOS

Para entrar na Turquia, basta ter o passaporte válido por no mínimo seis meses a partir do início da viagem. Se for alugar um carro, a Carteira Nacional de Habilitação emitida no Brasil é suficiente (juntamente com um cartão de crédito emitido no nome do motorista).

DINHEIRO

A moeda da Turquia é a lira turca (R$ 1 = 1,39 TRY, segundo a cotação de setembro de 2019). A maioria dos hotéis divulga o valor das diárias em euros, mas você pode pagar com a moeda local. Para converter, tenha em mãos dólares ou euros. Ou considere sacar diretamente com o cartão da conta corrente brasileira – certifique-se apenas de que ele está habilitado para esta função e confira as taxas praticadas pelo seu banco.

Busque hospedagens na Capadócia.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s