Campeón! Buenos Aires faz 6 a 3, mas toma sufoco de Santiago

Cheia de afinidades com a cultura brasileira, apaixonada por futebol, churrasco, baladas e pela estética europeia, Buenos Aires, a capital mais visitada da América do Sul, pode não estar com os preços tão atraentes, mas não se descolou do mundo e continua a absorver tendências. Santiago, por sua vez, está “saindo da casca” com uma velocidade impressionante, e não será surpresa se em poucos anos colocar um chef de cozinha entre os melhores do planeta, construir um edifício de referência mundial, erguer mais hotéis como o W. O placar elástico a favor de Buenos Aires, hoje, diz menos respeito à qualidade turística de Santiago e mais ao tamanho dos dois mercados: são 13 milhões de portenhos, contra 7 milhões de santiaguinos. O.k., há muito mais que ver e fazer na capital argentina do que na chilena, mas Buenos Aires não tem as ruas impecáveis, o metrô moderno, as saborosas centollas e a sede de modernidade de Santiago. “Antes a cidade era apenas um lugar de passagem para Torres del Paine, Ilha de Páscoa, Atacama. Agora tem vários pontos interessantes”, diz o arquiteto chileno Mario Figueroa. “De toda forma, é um destino para passar quatro dias. Em Buenos Aires, dá para ficar duas semanas e não conhecer tudo.”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s