Burning Man é cancelado e se transformará em festival online

O evento, que acontece todos os anos em um deserto de Nevada (EUA), será transportado para a internet – mas ainda não se sabe como

Devido à pandemia de coronavírus, o festival de contracultura Burning Man, que acontece todos os anos desde 1986, foi cancelado pela primeira vez na história. No entanto, organizadores já anunciaram no site oficial que estão trabalhando em uma alternativa virtual.

Ao final de cada mês de agosto, milhares de pessoas, que vão de hippies a milionários autointitulados “burners”, se encontram no meio do Black Rock Desert, no estado norte-americano de Nevada.

Ali cria-se uma cidade temporária chamada Black Rock City, onde acontecem uma série de eventos, que incluem aulas de yoga, festas e instalações de arte. Os participantes são incentivados a se expressarem e se apresentarem gratuitamente para a comunidade.

Burning Man, Nevada, Estados Unidos Luzes neon iluminam as instalações do Burning Man durante a noite

Luzes neon iluminam as instalações do Burning Man durante a noite (Burning Man/Divulgação)

Como não será possível reunir os participantes fisicamente, os organizadores do Burning Man decidiram que em 2020 o evento acontecerá no “multiverso”. Ou seja, virtualmente.

A edição foi batizada de Virtual Black Rock City 2020, mas ainda não há muitas informações sobre como tudo irá acontecer.

No site oficial, um comunicado diz que o festival será “provavelmente bagunçado e desajeitado, com erros. Mas provavelmente também será engajador, conectado e divertido”.

A organização está reembolsando ingressos já comprados, mas também está pedindo que o valor seja doado para a Burning Man Foundation. Os tickets custam cerca de US$ 1 400 na pré-venda. Na venda normal, o valores ficam entre US$ 425 e US$ 550.

Leia tudo sobre coronavírus

Veja dicas para viajar sem sair de casa

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.