As 20 mesquitas mais sagradas e importantes do mundo

Exemplos maravilhosos de arquitetura e arte islâmica para se inspirar e marcar uma viagem para o oriente

Cúpulas que desafiam as leis da gravidade, minaretes imponentes que riscam o céu, azulejos decorados, mosaicos coloridos, orações traduzidas em arte caligráfica, tapetes, candelabros e fontes de água de beleza inigualável.

Mesquitas são as construções mais expressivas da arquitetura islâmica e revelam muito da cultura da religião. No princípio, elas eram espaços ao ar livre, mas sua forma mudou de acordo com o acréscimo de funções e influências de outros estilos arquitetônicos, até que se consolidou o inconfundível conjunto de cúpulas + minaretes (torres de onde são anunciadas as cinco chamadas diárias à oração) característicos das casas de culto islâmico.

+ De Jerusalém à Cisjordânia: uma jornada espiritual por Israel

Além da sua função primordial de abrigar os fiéis em oração, as mesquitas também são espaços de convivência. Muitas das construções têm jardins, pátios internos, escolas islâmicas, casas de banho, salões de conferências e outras necessidades da comunidade muçulmana ao longo dos séculos.

Outra característica que distingue as mesquitas de outras casas de culto é a ausência de qualquer imagem de pessoa ou animal, uma vez que elas são proibidas – não é possível encontrar uma pintura sequer de Maomé em uma casa muçulmana tradicional.

No lugar de estátuas e afrescos que estamos acostumados a visitar em igrejas, prepare-se para admirar mosaicos abstratos, ilustrações de plantas e a intrincada arte caligráfica que transforma frases inteiras do Corão em uma única imagem (elas por vezes até tomam formas humanoides e animalescas).

Regras de etiqueta ao visitar uma mesquita

Todos devem tirar os sapatos para entrar nas áreas da mesquita cobertas por tapetes (geralmente há um espaço para guardá-los). Do lado de fora, há fontes de água para lavar pés, mãos e rosto, já que todo muçulmano deve se purificar antes das orações. Essa limpeza não é obrigatória aos turistas, mas as fontes podem ser usadas caso desejem.

Mulheres devem cobrir os cabelos e vestir roupas que escondam ombros e joelhos – em alguns países as regras são mais rígidas que em outros. Lenços são geralmente distribuídos na entrada às turistas que não tiverem o seu próprio (e podem ser usados para cobrir os ombros e fazer uma saia improvisada caso esteja com os joelhos à mostra). Muitas mesquitas têm recintos exclusivos só para mulheres e também só para homens.

Enquanto a maioria das orações são realizadas em casa, no trabalho ou qualquer outro lugar que o muçulmano esteja, a do meio dia de sexta-feira é tradicionalmente congregacional.

Durante essa oração, as mesquitas se enchem de fiéis e a atividade turística pode estar suspensa – confirme se a que você irá visitar estará aberta a visitas no horário.

Também há restrições de acessos de turistas durante eventos importantes para a religião, como o ramadã, que costuma ocorrer entre julho e agosto.

Nas mesquitas mais importantes para o islã, como a de Mecca, por exemplo, é terminantemente proibido entrar se você não é muçulmano – e infratores correm o risco de serem deportados da Arábia Saudita.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s