As cidades mais verdes do mundo e suas lições de sustentabilidade

Que tal conhecer algumas delas de perto e depois aplicar suas estratégias na sua própria cidade? Algumas soluções são facilmente repetidas em casa

Por Lívia Aguiar 19 abr 2016, 20h22

Uma das grandes maravilhas de viajar é imergir em uma realidade totalmente diferente da nossa. Conhecer como as pessoas de outro lugar se relacionam, quais são os seus hábitos, suas lutas, problemas e maneiras de resolvê-los, contorná-los ou ignorá-los. Da mesma forma que é ótimo conhecer realidades muito melhores que a que vivemos e perceber o quanto ainda falta para melhorar, também é importante entrar em contato com outros lugares não tão legais assim em alguns aspectos e agradecer por tudo que já avançamos. E nem precisa ir a uma região muito pobre para perceber isso: se você reclama da internet no Brasil, basta uma viagenzinha à Itália para ver que nem todo país da Europa é tão bem resolvido nessa área assim, hehe.

O Sustainable Cities Index analisou 50 áreas urbanas pelo mundo e elegeu as mais sustentáveis delas, baseados em suas características econômicas, sociais e ambientais. E não se iluda de que elas já são um exemplo perfeito do que deve ser feito. Ainda há muito para mudar nos hábitos das pessoas e nas estruturas das metrópoles para alcançar o equilíbrio entre prosperidade econômica e cuidado com o meio ambiente – mesmo nas cidades da lista – e não existe fórmula mágica do sucesso. Mas as estratégias aprendidas por esses governos acima podem servir como pontapé inicial para a sua cidade.

Que tal parar de comparar o Brasil com a Escandinávia e tentar implantar aqui, com as devidas adaptações, as soluções que eles já testaram e aprovaram por lá? Algumas delas não precisam nem de ser aprovadas em lei ou orçamento participativo para começar a funcionar – já outras vão precisar de políticos engajados com a causa para acontecer (e o seu voto pode fazer a diferença!)

Continua após a publicidade

Publicidade