Além de trem, será preciso pegar ônibus para chegar a Guarulhos

Governo de São Paulo abandona o projeto do monotrilho e adota ônibus para o transporte de passageiros até Guarulhos

Paulistas já estão tão acostumados a utilizar transportes públicos com problemas e logísticas inadequadas – como a famosa e desnecessariamente grande baldeação entre as estações Paulista e Consolação -, que esta notícia nem deve causar tanta surpresa. Dessa vez, o problema é com relação à linha 13-jade da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), que estava programada para ligar a cidade de São Paulo ao Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Ao contrário do que estava planejado, os trens da linha não chegarão aos terminais do aeroporto. Os passageiros que dependerem de transporte coletivo terão que apelar para um ônibus que fará a ligação entre os dois pontos.

O governo de São Paulo já previa a sua utilização, enquanto as obras do monotrilho que ligaria a estação final da CPTM ao aeroporto não eram totalmente finalizadas. Agora, graças a intenção de construir um shopping no lugar da estação final, optou-se por manter o ônibus permanentemente e de forma gratuita.

O monotrilho estava previsto para 2020 e teria um custo de US$ 40 milhões. Além disso, teria a capacidade de transportar cerca de 400 passageiros por viagem, enquanto o ônibus só consegue carregar 80 por trajeto, sendo que, a cada trem, até 2,6 mil pessoas podem chegar à estação de uma só vez.

Apesar da parada final da linha 13 ficar perto do terminal 1, de onde saem os voos da Azul e da Passaredo, outras companhias ficarão a 2 quilômetros de distância da estação. Os passageiros destas outras empresas não terão outra opção, exceto utilizar o ônibus.

Outro ponto de grande de discussão é o transporte das malas – atividade que não é apropriada a um ônibus. Para tentar solucionar este problema, o governo de São Paulo está em negociações com a Infraero, com o intuito de colocar check-ins, com balcões de despacho de bagagem, já na estação Brás, da linha 12-safira (que fará ligação à 13-jade). A intenção é que os passageiros não precisem fazer o trajeto carregando peso por muito tempo, já que o percurso até o aeroporto deve durar 50 minutos.

Após atrasos e três adiamentos, a construção da linha 13-jade tem previsão para ser finalizada somente em 2018.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Que absurdo. Esta notícia deve ser fake news. Anos de obras, milhões de cisto, e vão largar os pasageiros com malas há 2 km do terminal e fazê-los entrar em filas e dar disposição para a bagagem, para “rodar” um último trecho de ônibus?
    Deve ser fake news………

    Curtir