A noite no Bairro Alto e Cais do Sodré é fervilhante!

O famoso bairro repleto de bares e restaurantes é completamente diferente de dia e de noite: durante o dia, o que mais se vê são turistas passeando pelas típicas ladeiras do Bairro Alto, com lojas e restaurantes, além do miradouro de São Pedro de Alcântara (que tem um jardim bem charmosinho). Mas, ao cair da noite, a partir das 23h30, as ruas fervilham de jovens, turistas, estudantes de tudo quanto é lado do mundo.

Uma das ruelas do Bairro Alto, de dia: tranquilidade (foto: Jean-François Gornet)

Uma das ruelas do Bairro Alto, de dia: tranquilidade (foto: Jean-François Gornet)

Antes de mais nada: mulheres, esqueçam o salto alto! A combinação ladeiras + calçada portuguesa (de mosaico de pedras) é um convite a um tropeço (e reparem que o álcool ainda nem entrou nessa equação).

QUAL a chance de não cair de salto nessas pedrinhas??

Qual a chance de não cair de salto nessas pedrinhas??

Comece a noite jantando em um dos restaurantes charmosinhos da rua do Diário de Notícias. Se quiser incrementar a experiência com uma apresentação de fado, a Tasca do Chico é uma boa opção – com clima de boteco pé-sujo, os fadistas da casa dão um show. Mas se o foco realmente for a comida, opte pelo Alfaia Garrafeira, na mesma rua, especialista em vinhos e tapas.

A Tasca do Chico é um dos lugares mais tradicionais de "fado vadio": a famosa fadista Mariza também esteve por lá (foto: Tasca do Chico)

A Tasca do Chico é um dos lugares mais tradicionais de “fado vadio”: a famosa fadista Mariza também esteve por lá (foto: Tasca do Chico)

Em direção ao miradouro de São Pedro de Alcántara, na rua Atalaia, os bares Tacão Grande e Tacão Pequeno, um do lado do outro, são o point dos estudantes Erasmus: aqui o clima é universitário e internacional. E os preços também são mais amigáveis – geralmente um shot custa 1 euro e uma cerveja varia de 1,50 a 3 euros, dependendo do tamanho.

Se o Bairro fechar (os estabelecimentos só podem abrir até as 3h, incluso antes em dias de semana) mas você ainda tiver pique, desça até o Cais do Sodré, onde a Pensão Amor fica aberta até mais tarde. Antigo prédio reformado, o ambiente e a decoração do lugar são demais! Os responsáveis pela renovação são os mesmos por trás da LX Factory, outro canto de Lisboa que vale a pena visitar. Há entrada pela rua Alecrim, e também pela rua Nova de Carvalho, a rua cor-de-rosa (literalmente!).

Interior da Pensão Amor

Interior da Pensão Amor (foto: Pensão Amor)

Se o corpo pedir mais agito, do lado da entrada da Pensão Amor na Nova de Carvalho fica a baladjénha Musicbox. A música é bem variada, e também tem apresentações ao vivo dependendo da agenda.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s