5 passeios culturais para se fazer em Salvador

A capital baiana é um verdadeiro tesouro 365 dias por ano. Aqui vão algumas dicas de lugares culturais para você visitar.

Por Viagem e Turismo Atualizado em 21 jul 2021, 14h45 - Publicado em 19 Maio 2016, 18h30

A capital baiana é um verdadeiro tesouro 365 dias por ano. Aqui vão algumas dicas de lugares culturais para você visitar.

1. CASA DA MÚSICA

“Dançamos com os pés nas areias do Abaeté. Coordenada por Amadeu Alves, a programação é vasta, com cantadores, violeiros, sambas, sanfoneiros, muito forró e cantoria na Lua cheia.”

(foto: )Museu da Misericórdia (foto: divulgação)

 2. MUSEU DA MISERICÓRDIA

“Na Praça da Sé, no coração do Centro Histórico, guarda lindas imagens de santos e a escrivaninha de Ruy Barbosa. No passado, foi um lugar de cura – e algo em mim se cura quando passo por lá. Ainda se vê a Baía de Todos os Santos.” Rua da Misericórdia, 6, Pelourinho

+ Do barroco ao neoclássico: igrejas de Salvador (BA) que merecem uma visita

(foto: divulgação)Boto cor de rosa livros, arte e café (foto: divulgação)

Continua após a publicidade

 3. BOTO COR DE ROSA LIVROS, ARTE E CAFÉ

“Lá acontecem deliciosas conversas nos lançamentos. A proprietária Sarah Kersley e a crítica Milena Britto escolhem os seletos títulos das estantes. O ambiente é aconchegante, e as comidinhas e sucos são muito saborosos.”

Feira de São Joaquim (foto: Govba/ Flickr)Feira de São Joaquim (foto: Govba/ Flickr)

4. FEIRA DE SÃO JOAQUIM

“Nessa feira compro ervas para chás, velas, cerâmicas, flores de palha: é um passeio pelo que há de mais popular e simples na cidade. Vez ou outra algum artista propõe belos trabalhos artísticos por ali, de fotografia e cinema.”

+10 atrações grátis em Salvador

Fundação Casa de Jorge Amado (foto: Govba/ Flickr)Fundação Casa de Jorge Amado (foto: Govba/ Flickr)

 5. FUNDAÇÃO CASA DE JORGE AMADO

“Neste belo espaço lancei o meu primeiro livro, estreando na literatura. Exu protege a porta da casa, e lá podemos tomar um café e ver as capas dos livros de Jorge Amado que foram traduzidos no mundo inteiro.”

ADELICE-SOUZA-FLOR12 As indicações são de Adelice Souza, escritora e dramaturga baiana

Continua após a publicidade

Publicidade