Os prós e contras de envelopar a mala com filme plástico

O serviço é uma opção para maior segurança de sua mala contra danos e furtos. Mas vale a pena?

Por Giovanna Simonetti Atualizado em 13 jul 2021, 12h28 - Publicado em 7 jan 2019, 18h48

Todo mundo conhece alguém que já teve a mala danificada, extraviada ou violada. Na tentativa de dificultar essas ocorrências, muitos passageiros acabam apelando para o envelopamentos com filme plástico.  E, apesar de que o velho rolo de PVC possa ser uma opção caseira – e mais acessível – , os serviços oferecidos nos aeroportos garantem mais tranquilidade e segurança aos usuários.

Mas, na realidade, qual o seu propósito? Obviamente, sabemos que ela serve para proteger. Trata-se de uma camada protetora a mais para a sua bagagem, o que tende a diminuir ocorrências como arranhões, cortes, riscos e problemas climáticos. 

Além disso, a embalagem dificulta furtos e golpes. Não é impossível arrombar e abrir uma mala envelopada, mas seguramente dá mais trabalho e, caso alguma tentativa seja feita, indícios de violação ficarão marcados no plástico.

Mas envelopamento algum impede que funcionários da segurança do aeroporto abram sua bagagem caso o raio-x acuse algum objeto suspeito dentro dela. E, pior, a companhia aérea ou o aeroporto não têm obrigação de repor o plástico. No entanto, algumas companhias, como a Secure Wrap, reembalam a bagagem de graça no caso de isso acontecer.

O serviço é bem rápido – gira em torno de um minuto – e está disponível em centenas de aeroportos mundialmente, principalmente os internacionais. A maioria das empresas garantem seguro viagem, assistindo o viajante em situação de extravio ou outros imprevistos. Empresas como a Seal & Go, TrueStar e a já citada Secure Wrap, também disponibilizam um adesivo colado nas malas com um QR code que o passageiro preenche com seus dados pessoais e que podem ajudar na localização.

No exterior, o serviço de envelopamento custa em torno de 20 dólares. No Brasil, a companhia Protec Bag está presente em 25 aeroportos do país e, recentemente, inaugurou loja em Orlando. O preço, em janeiro de 2019, é de 65 reais para bagagens de tamanho P, M ou G. Tamanhos fora do padrão possuem outros valores.

Em conclusão, embalar sua bagagem em filme plástico não é garantia total de que nada acontecerá com ela.  Mas, no fim, opções como cadeados embutidos, lacres e capas de malas podem ser combinados para deixar sua mala mais à prova de danos e tornar sua viagem livre de estresses desnecessários.

Continua após a publicidade

Publicidade