Mostra Ingmar Bergman exibe retrospectiva da carreira do cineasta

Em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília serão exibidos 51 filmes do diretor de <em>O Sétimo Selo</em>, <em>Morangos Silvestres</em> e <em>Através do Espelho</em>

O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) exibirá em suas unidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília a Mostra Ingmar Bergman, que exibirá nos meses de junho e julho 51 filmes do cultuado cineasta sueco.

Produções para televisão, longas e curtas-metragens feitos para o cinema serão apresentados. Alguns filmes da programação serão exibidos em cópias restauradas, em sua maioria em 35mm, que englobam todas as fases da carreira do diretor. Na programação há não só os seus trabalhos premiados, mas também os filmes menos conhecidos e do começo da carreira de Bergman nos anos 40 como Prisão, Crise, Chove Sobre Nosso Amor.

Os clássicos dos anos 50 e 60 como Mônica e o Desejo (1953), O Sétimo Selo (1957), Morangos Silvestres (1957) e a famosa Trilogia do Silêncio (1961) também estarão na mostra.

Além dos filmes, o festival terá um debate com o documentarista sueco Stig Björkman e um curso ministrado pelo crítico Sergio Rizzo.

Morto em 2007, aos 89 anos, Ingmar Bergman é um dos cineastas mais influentes na história do cinema. Em todos os cantos do planeta, inspirou diretores famosos, como Jean-Luc Godard e Woody Allen.

Mostra Ingmar Bergman

Quando: em São Paulo, de 13 de junho a 15 de julho; no Rio de Janeiro, de 8 de maio a 15 de junho e em Brasília, de 19 de junho a 22 de julho

Onde: Centro Cultural Banco do Brasil – Rua Primeiro de Março, 66 – Centro (RJ); Rua Álvares Penteado, 112 – Centro (SP); SCES, Trecho 02, lote 22 (DF)

Quanto: R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia entrada)

LEIA MAIS:

62º Festival Internacional de Cinema de Berlim começa dia 9

Festival de Cinema de Paulínia é cancelado pela Prefeitura da cidade

Vivo Open Air exibe filmes em SP e no Rio ao ar livre

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.