Ingresso para visitar Fernando de Noronha será de R$ 65

Valor deve vigorar a partir de abril e se aplica à permanência de até dez dias. Estrangeiros pagarão o dobro, e Taxa de Preservação Ambiental continuará sendo cobrada

Quem quiser visitar as águas cristalinas da Praia do Sancho, relaxar nas piscinas naturais da Baía dos Porcos ou curtir o pôr do sol diante do Morro Dois Irmãos terá que pagar ingresso. A empresa Cataratas do Iguaçu S/A, responsável pela gestão do Parque Nacional do Iguaçu, venceu a concorrência pública para gerenciar o ingresso de visitantes ao Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha (PNMFN). Turistas brasileiros terão que desembolsar R$ 65 para ficar dez dias, enquanto os estrangeiros pagarão o dobro: R$ 130. A estimativa é que os ingressos passem a ser cobrados a partir de abril.

A concessão é do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), responsável pela administração do PNMFN, e terá validade de 15 anos. O ingresso não substitui a Taxa de Preservação Ambiental (destinada à manutenção do arquipélago) de R$ 43,20 por dia, que continuará a ser cobrada pelo governo de Pernambuco.

O site da Cataratas do Iguaçu S/A afirma que a EcoNoronha, filial da empresa que administrará a concessão no PNMFN, utilizará tecnologias sustentáveis que atenderão as normas ambientais. R$ 8 milhões devem ser investidos até 2013 nas áreas de concessão do parque (Mirante dos Golfinhos, Mirante Dois Irmãos/Baia dos Porcos, as praias do Sancho, Sueste, Leão, Atalaia e Caieiras e mais oito trilhas que levam a estes pontos de visitação).

A empresa promete a reforma de Pontos de Informação e Controle (PICs), e a instalação de trilhas suspensas em pontos determinadas pelo ICMBio, que irá monitorar todas as obras.

Segundo Ricardo Araújo, chefe do PNMFN, parte do recurso obtido pela venda dos ingressos será investido para melhorar a infraestrutura e minimizar o impacto dos turistas no arquipélago, sem ferir o plano de manejo do parque. “Agora, os benefícios mais claros das obras são a substituição de estruturas antigas que utilizavam tecnologias que antigamente não estavam disponíveis”, afirma Araújo. Entre as melhorias das obras, que já começaram, estão previstas a instalação de sistema de captação de água da chuva, utilização de iluminação natural, retirada de todo o concreto que impermeabiliza o solo, o tratamento de todo o efluente que será reutilizado para a descarga dos banheiros e a implantação de trilhas suspensas para diminuir a erosão causada pelo vai-e-vem de pessoas.

LEIA MAIS:

Destino – Fernando de Noronha (PE)

Onde ficar – Fernando de Noronha (PE)

Viagem e Turismo Novembro 2011 – Presente mais que perfeito – Alguns dias no Arquipélago de Fernando de Noronha

Viagem e Turismo Janeiro 2012 – É disso que a gente gosta – As dez melhores praias do Brasil

Sugestões – Pacotes de Viagem – Destinos no Brasil

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s