Funcionários da TAM criam blog para protestar por melhores condições de trabalho

Manifestantes utilizam blog para expor suas reivindicações e descontentamentos

Insatisfeitos com as condições de trabalho e segurança na TAM, pilotos, comissários e mecânicos da empresa estão realizando deste dia 15 de abril um protesto contra a empresa. A ação de “não colaboração”, como dizem os manifestantes, está sendo coordenada por meio de um blog, intitulado “Aviador Anônimo TAM”.

Desde o primeiro manifesto, o grupo reivindica melhores escalas de trabalho, melhor tratamento dos superiores, planejamento de jornadas detalhado e uma parte do salário, que segundo eles, foi reduzida.

Em alguns posts, os blogueiros citam fatos que, segundo eles, expõem as atuais fragilidades da companhia. “Senhor presidente, acredite, temos tentado de inúmeras maneiras chamar a atenção da empresa para nossos problemas, sem sucesso. Comandantes instrutores entregando cargo, um êxodo sem precedentes de aviadores para outras companhias aéreas, muitas vezes para ganhar menos, são indícios fortes de que as coisas estão em um caminho errado.”

Os manifestantes prometem iniciar no começo de maio uma ação de não-colaboração com a empresa, que segundo eles, poderá gerar prejuízos bem maiores para a TAM do que greves e paralizações parciais. “Seremos como robôs, cumpriremos estritamente as normas escritas pela empresa e deixaremos que os outros departamentos façam o trabalho deles”, dizem no blog.

Estes procedimentos, conforme citam outros posts do blog, estão relacionados a não economizar combustível em viagens, liberação de aviões para voos antes e após limpeza e despacho.

Procurada pelo viajeaqui, a assessoria de imprensa da TAM afirma que dispõe de diversos canais de comunicação com seus funcionários e que não há nenhuma ‘operação-padrão’ ou algo semelhante em curso.

Sobre as acusações, a empresa defende-se dizendo que elas não procedem e afirma que cumpre rigorosamente a Lei do Aeronauta e demais legislações (incluindo a certificação IOSA – IATA Operational Safety Audit). Segundo a empresa, a média de horas de voo por tripulantes na companhia é inferior a 70 horas por mês, para um limite mensal regulamentar de 85 horas. Além disso, a remuneração dos tripulantes da empresa está em linha com o praticado nos mercados brasileiro e internacional.

Em relação às reivindicações, a TAM afirma que vem implementando várias ações que beneficiam seus cerca de 30 mil funcionários e também ações específicas para seu quadro de tripulantes. De acordo com a assessoria, ao longo dos últimos meses foram feitas revisões no sistema de escalas da tripulação e está em andamento a adoção de um novo modelo de check-in para estes funcionários.

LEIA MAIS:

TAM e Aeroméxico anunciam acordo de compartilhamento de voos

Cade aprova a fusão da TAM e LAN, o que criará a maior companhia aérea da América Latina

Museu TAM

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s