Expedição Interoceânica promove integração turística entre Brasil e Peru

Viagem de 18 dias percorre os destinos da Rota Turística Internacional Pantanal–Amazônia–Andes–Pacífico

Do Atlântico ao Pacífico por terra. Dezoito dias intensos de estrada em nome do turismo e da integração de povos e nações. A 2.ª edição da Expedição Interoceânica partiu de Santos em 15 de novembro e chegou a Arequipa, no Peru, no dia 27. De lá, seguiu rumo a Rio Branco, no Acre, destino final de uma empreitada concluída no último domingo (2 de dezembro).  “A viagem foi sensacional”, diz o advogado Cassiano Marques, um dos idealizadores e organizador do evento que percorreu a Rota Turística Internacional Pantanal–Amazônia–Andes–Pacífico. O diário de bordo, os acontecimentos e as fotos da viagem estão reunidos no endereço expedicaointeroceanica.blogspot.com.br. A seguir, Cassiano Marques conta como foi a experiência e projeta a próxima edição do evento, que terá o percurso extendido até Equador e Colômbia e ainda abrangerá Cuiabá (MT) e Manaus (AM), duas das sedes da Copa do Mundo de 2014.

Quais foram os resultados e como transcorreu a Expedição Interoceânica?

Os resultados imediatos foram espetaculares, com grande repercussão na imprensa e público presente em todas as cidades por onde passamos, especialmente decorrente dos eventos promocionais, onde divulgamos a Rota Turística Internacional Pantanal–Amazônia–Andes–Pacífico e a sua conexão Brasil–Peru–Brasil, via “Carretera Interoceánica”, estrada existente a partir do Acre.

O que o senhor destacaria no trajeto?

A especial oportunidade de turistas conhecerem o Brasil e o Peru através da Rota Turística Internacional Pantanal–Amazônia–Andes–Pacífico e a sua conexão Brasil–Peru–Brasil, um tour multidestino fantástico, biodiverso, com paisagens variadíssimas, passeios e experiências marcantes, povo acolhedor, gastronomia sensacional e saborosa, culturas que emocionam.

Quais são os planos para a próxima edição do evento?

Estamos detalhando o roteiro da III Expedição Interoceânica, que terá quatro largadas oficiais, incorporando os expedicionários: começaremos por Cuiabá (MT), uma das sedes da Copa de 2014, Porto Velho (RO), Rio Branco (AC) e Lima (Peru).  Percorreremos as BRs 364 e 317 em território nacional, ingressando no Peru via Assis Brasil (Acre) e Iñapari, Puerto Maldonado, Cusco, Nazca, Lima, Piura; cruzaremos o Equador, com visita a Quito, e iremos até a Colômbia, com visitas a Cali e Bogotá. Também conheceremos a Venezuela e sua capital, Caracas, passando por Ciudad Guayana e Santa Helena. Regressaremos ao Brasil pelo extremo norte, em Roraima, pernoitando em Boa Vista, e seguindo pelo Amazonas e sua capital, Manaus, a outra sede da Copa de 2014 abrangida pela a Rota Turística Internacional Pantanal–Amazônia–Andes–Pacífico.

Leia mais:

Peru pré-inca

Uma pirâmide no meio da metrópole

48 horas em Lima, a capital do Peru

A Lima das crianças

Trilha Inca: todos os caminhos para Machu Picchu

10 Atrações imperdíveis em Machu Picchu

Birding Rally Challenge: a corrida de observadores de aves no Peru

14 ‘Cidades perdidas’ no mundo

Os incas no topo do mundo

Impérios sobre os Andes

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s