35ª MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE SÃO PAULO

35ª Mostra Internacional de Cinema, São Paulo (SP)

Quando: de 21 de outubro a 3 de novembro de 2011

Onde: em 22 salas de cinema

Mais informações: http://www.mostra.org/

Evento mais esperado pelos cinéfilos paulistanos, a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo mudou bastante para a 35ª edição, que acontece de 21 de outubro a 3 de novembro. Leon Cakoff, fundador e idealizador da Mostra, morto em 14 de outubro, uma semana antes da estreia do evento, encabeçou essas mudanças. Partiu dele por exemplo, a ideia de reduzir a seleção de filmes – de cerca de 400 para 250 –, manobra que tem o intuito de privilegiar produções estrangeiras inéditas. Ou seja, os filmes que já foram trazidos para o Festival do Rio, como o celebrado A Pele que Habito, de Pedro Almodóvar, não estarão na programação em São Paulo. Segundo Renata de Almeida, co-diretora do evento, essa alteraçãoreflete uma característica do festival, já que “uma edição nunca é igual a anterior”. Além disso, uma quantidade menor de longas, curtas e documentários vai permitir o aumento do número de sessões de exibição dos mesmos (a tendência é que cada película tenha quatro vezes mais espaço na grade de programação).

Os filmes da Mostra serão passados em 22 salas da cidade. Dos premiados irmãos belgas Jean-Pierre e Luc Dardenne, O Garoto da Bicicleta é uma das atrações mais esperadas, ao lado de Fausto,do diretor Alexander Sokurov e vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza. Mathieu Amalric, que na Mostra do ano passado estava no filme Turnê, retorna como diretor de A Ilusão Cômica.

A reprodução de clássicos da sétima arte também promete entusiasmar o público, que poderá conferir nas telonas obras como Laranja Mecânica, de Kubrick, A Doce Vida, de Federico Fellini e Taxi Driver, de Martin Scorsese. Esse último também assina o documentário Uma Carta para Elia, que retrata a vida do diretor Elia Kazan, homenageado com uma retrospectiva de dez filmes nesta edição.

Os pacotes de ingressos já estão à venda na Central da Mostra, que fica no Conjunto Nacional (Avenida Paulista, 2073, ao lado do Cine Livraria Cultura). A versão mais em conta, para 20 sessões, sai por R$ 165,00. A credencial permanente integral, que dá acesso a todas as sessões, custa R$ 390,00. Ingressos individuais saem por R$ 14,00/ R$ 7,00 (meia-entrada), para as sessões de segunda a quinta; e por R$ 18,00/ R$ 9,00 (meia), de sexta a domingo).  As sessões no Centro Cultural São Paulo, Cine Olido, Cine Livraria Cultura 1 e 2 (sessão da juventude) e no Vão Livre do Masp são gratuitas.

A programação completa e a distribuição nas salas deve estar disponível no site oficial (http://www.mostra.org/ ). Na página também é possível ver o simpático cartaz desenhado por Maurício de Sousa para representar a Mostra este ano.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s