Piacere, Itália! Depois de passar um mês rodando a Toscana, Bárbara Ligero caiu de amores pela terra da bota e se matriculou em um curso de italiano. Atualmente, está aprendendo a gesticular com perfeição

Conheça Elba, a ilha com praias cristalinas na Toscana

Saiba como chegar, quando ir, como se locomover, onde ficar e quais praias visitar em Elba, a ilha italiana onde Napoleão foi exilado

Por Barbara Ligero Atualizado em 28 abr 2022, 10h41 - Publicado em 16 set 2019, 16h08

Além dos vilarejos medievais e das paisagens rurais, a Toscana também possui praias e… ilhas! A maior delas é Elba, famosa por ter sido o local onde Napoleão Bonaparte foi exilado após a tentativa fracassada de invadir a Rússia. Bastante frequentada durante o verão pelos próprios italianos (e alguns turistas alemães), ela combina cidadezinhas com casas em tons terrosos e praias banhadas por um mar cristalino.

Como chegar em Elba

Você precisará de um carro para se locomover dentro da ilha. Por isso, a forma mais comum de ir para Elba é alugando um carro ainda no continente e dirigindo até Piombino, que fica a duas horas e meia de Florença.

No porto de Piombino, de hora em hora saem balsas das companhias Moby, Toremar e BlueNavy. Os trajetos levam cerca de uma hora, a depender da cidade de destino em Elba: você pode escolher entre Portoferraio (o mais comum), Cavo e Rio Marina.

Elba
Monikabaechler/Pixabay

A passagem pode ser comprada na bilheteria do porto ou com antecedência nos sites. Porém, no momento da reserva as empresas pedem algumas informações sobre o carro, como placa, modelo e tamanho. Esse último, inclusive, interfere diretamente no valor a ser pago. Por isso, a solução é fazer a reserva somente depois que você retirar o carro na locadora.

Com a Toremar, a passagem para dois adultos mais um carro de até 3,5 metros de comprimento custou 97 euros ida e volta com taxas no mês de setembro.

Quando ir para Elba

Como a água do Mediterrâneo é um pouco fria para os padrões brasileiros, é melhor deixar para ir para Elba durante o verão, entre os meses de junho e setembro.

Há quem também inclua maio na lista de meses recomendados, mas dependendo do ano o clima ainda pode estar longe de ser convidativo aos mergulhos. Em maio de 2019, por exemplo, fez bastante frio.

O movimento é intenso em julho e agosto, o que exige certa antecedência em reservar hospedagem e balsa. Desses dois meses, agosto costuma ser o mais cheio por causa das férias dos próprios italianos, que vão em massa curtir o sol na praia.

Quais cidades visitar em Elba

Para conhecer Elba, basta ficar em uma única cidade e ir fazendo passeios de bate-volta.

A base mais comum é Portoferraio, onde chegam boa parte das balsas. Protegida por uma fortaleza construída no Renascimento, essa é a cidade mais interessante do ponto de vista histórico, já que foi ali que Napoleão viveu durante o exílio: sua casa, a Palazzina dei Melini, virou museu e pode ser visitada. Além disso, o centro histórico à beira-mar, decorado por inúmeros iates estacionados no píer, tem boa oferta de bares e restaurantes.

Elba
A casa de Napoleão durante o exílio nono_08450/Pixabay
Continua após a publicidade

elba
Barcos estacionados no píer em frente ao centro histórico de Portoferraio figio1976/Flickr

Outra opção é a cidadezinha de Capoliveri, 20 minutos de carro ao sul. Como ela fica no alto de uma colina, seu grande diferencial é a vista para o mar. Com ruazinhas estreitas e um centrinho charmoso, esse é um lugar que merece ao menos ser visitado, caso você decida se hospedar em Portoferraio.

Elba
O charme de Capoliveri, no alto de uma colina Bernhard Sauter/Flickr

Quais praias conhecer em Elba

Listar praias para conhecer em Elba é uma tarefa difícil: há mais de cem na ilha. Todas elas possuem águas cristalinas, que nos dias ensolarados ficam um degradê de bonitos tons de azul. Nos dias mais nublados, as cores podem não ser tão surpreendentes.

Ah, e muitas das praias têm chão de pedra e não de areia. Por isso, faça como os italianos e leve consigo uma cadeira. Pode ser difícil encontrar uma de praia, como estamos acostumados a ver no Brasil: o mais comum são bancos e cadeiras dobráveis de camping. Investir em uma toalha mais grossa também já ajuda. Para eliminar o desconforto de andar sobre as pedrinhas, outra dica é comprar sapatilhas aquáticas, geralmente feitas de malha ou neoprene e com a sola dura. Todos esses itens são vendidos em lojas espalhadas pela ilha.

Elba
Cenário comum em Elba: águas cristalinas e praias de pedra. Enzo/Flickr

Em relação a serviços, é normal que haja apenas um bar pé-na-areia por praia. Não é costume vender/comprar comida na areia: geralmente, os italianos levam o próprio lanche e bebidas de casa. Compre uma bolsinha térmica e passe no supermercado antes de ir.

Avisos feitos, algumas sugestões de praia para conhecer nos arredores de Portoferraio são: Cala dei Frati, Le GhiaiePadulella e Sansone. Essa última é acessível por uma trilha no alto de um morro, o que significa que chegando na praia você a verá de cima – é lindo!

elba
Praia de Sansone, em Elba Gabriel Govoni/Flickr

Já em Capoliveri se destacam a Lido di Capoliveri, praia da própria cidade que é coberta por areia fina, e a Spiaggia dell’Innamorata, longa para os padrões de Elba.

Onde ficar 

O Tenuta delle Ripalte Resort é uma propriedade do século 19 encarapitada no alto de Capoliveri. Perto de Portoferraio e ao lado da praia, a Villa Ottone pertencia a uma antiga família nobre e foi transformada em um hotel com spa, piscinas e campo de golfe. Para conseguir uma localização mais central em Portoferraio, a dica é buscar por casas de temporada, que são mais comuns em Elba, em plataformas como o Airbnb.

Onde comer

Inaugurada em 1909, La Taverna dei Poeti fica na praça principal de Capoliveri e serve pratos tradicionais feitos a partir de ingredientes frescos e locais, com destaque para os peixes. A meia hora de carro de Portoferraio, o Capo Nord tem mesas com vista para a praia de Fenicia e o spaghetti com ragu de polvo é receita da mamma do dono do restaurante. Outro endereço tradicional da ilha é a Osteria dei Quattro Gatti, vinte minutos ao sul de Portoferraio, especializado em frutos do mar.

Leia tudo sobre a Itália

Veja mais dicas de Itália no Instagram: @barbara.ligero

Continua após a publicidade

Publicidade