São Miguel dos Milagres: hotéis, restaurantes, passeios

População: 7.951 hab

DDD: 82

Estado: Alagoas

Distância de outras cidades: Maragogi 37 km, Maceió 106 km, Recife 176 km, Caruaru 239 km

Atualizado em maio de 2018.

Com pouco mais de 20 km, o trecho do litoral alagoano formado por Barra do Camaragibe, São Miguel dos Milagres e Porto de Pedras é destino perfeito para fugir do turismo de massa. As longas praias, sombreadas por coqueiros, são protegidas por recifes que formam piscinas naturais. Partindo de Maceió, você pode fazer um roteiro passando por algumas praias lindas antes de chegar em Milagres (veja o roteiro aqui).

A maioria das pousadas fica perto da areia – com decoração esmerada e atendimento acolhedor, são ideais para casais. Como há poucas opções de alimentação, muitas hospedagens têm seus próprios restaurantes.

Veja também

COMO CHEGAR

De carro, a partir de Maceió, o caminho é pela AL-101. Os primeiros 50 km, até Barra de Santo Antônio, seguem muitas vezes paralelos à praia e ao coqueiral – depois disso, a estrada dá uma guinada para o interior. Após atravessar São Luís do Quitunde, deixe a rodovia principal e vire à direita em direção a Passo de Camaragibe, onde a estrada volta a encontrar o mar – São Miguel dos Milagres fica a 11 km.

ONDE FICAR

A hotelaria da região é no geral muito aconchegante e cara. Os destaques são a Pousada do Toque, a Aldeia Beijupirá, a Xuê e a Casotas da Laje. Vários estabelecimentos não aceitam crianças ou mesmo menores de 16 anos, portanto cheque com antecedência antes de reservar. Encontre aqui outras hospedagens em São Miguel dos Milagres

ONDE COMER

Na sua própria pousada ou em outras que aceitem não-hóspedes, sempre mediante reserva, como é o caso da Estalagem Caiuia, em Japaratinga. Uma das melhores cozinhas da região é a do restaurante No Quintal.

Veja também

O QUE FAZER

Chamada de Rota Ecológica, esse trecho de pouco mais de 20 km do litoral apresenta praias incríveis, que se mantiveram a salvo do turismo de massa – justamente porque a AL-101 passa longe daí. As pousadas apostam em casais, tanto que muitas não aceitam crianças e quase todas são caríssimas. Se você não se importar em ficar longe do mar, os preços ficam encaráveis. O cenário aqui é formado por faixas de areia branquinha, coqueiros a garantir a sombra, pouca gente e recifes de corais a metros da costa – a diversão é, na maré baixa, caminhar até um quilômetro até os recifes. Quem não quiser, pode pedir para um jangadeiro levar até as formações (geralmente a sua pousada pode indicar algum). Uma balsa faz a ligação entre Porto de Pedras e Japaratinga. A característica das praias mostra algumas similaridades, com piscinas naturais e recifes de coral, aumentando a estrutura para receber famílias.

Veja também

QUANDO IR

A alta estação é no verão, quando chove menos e o calor chega a picos de 30 graus ou mais. Neste período as diárias de hotéis e restaurantes cobram as tarifas mais altas e é necessário fazer reserva com certa antecedência. De maio a julho a temperatura continua alta, mas chove bastante. Setembro e outubro são meses que podem oferecer algumas boas ofertas e o tempo pode estar mais firme.

Busque aqui hospedagens em São Miguel dos Milagres

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s