Península Samaná

Site: http://www.samanaonline.com População: 241.000 hab Fuso horário: -4h (horário de Brasília) DDD: 1809 Distância de outras cidades: Santo Domingo 182 km, Punta Cana 366 km

Praias praticamente intocadas compõem o cenário da Península Samaná. É da capital, Santa Barbara de Samaná, que saem as principais excursões para ver de perto os espetáculos mais esperados da região: as baleias jubarte que visitam a ilha de dezembro a abril para terem seus filhotes. Os tours para ver de perto esses gigantes ficam em torno de US$ 50 por pessoa. Passeios de barcos ligam duas praias com climas distintos. De um lado, a mais frequentada Playa Las Galeras, de outro a preservada e sossegada Playa Rincón, de acesso mais difícil (se não for de barco, o único jeito de chegar até ela é de jipe). Já a Playa Cala Blanca é perfeita para famílias com crianças, pois suas barreiras de corais impedem que grandes ondas se formem, garantindo a segurança da garotada. Do porto de Samaná, pegue um barco até Cayo Levantado – o trajeto custa entre US$ 10 e US$ 15. Nesse território cercado de águas calmas e areia branquíssima, impera um único hotel, o Gran Bahía Principe Cayo Levantado, que ocupa dois terços da ilha. Com autorização, que pode ser conseguida no porto, e pagamento de uma taxa de US$ 5 por pessoa, dá para acampar  por ali.

COMO CHEGAR

Tanto da capital da República Dominicana, Santo Domingo, quanto de Punta Cana, há companhias aéreas pequenas que fazem voos até Samaná. Há também empresas que fazem o trajeto de ônibus, mas é preciso considerar que a maioria das rodovias no país é precária.

As principais companhias que voam para o Caribe são American Airlines (11/4502-4000, 0300-7897778, www.aa.com.br); Avianca (0800-8918668; www.avianca.com.br); Copa Airlines (11/3549-2672, www.copaair.com) e Gol/Varig (0300-1152121, www.voegol.com.br).

As empresas que mais operam no Caribe são a ADV (11/2167-0633, www.advtour.com.br); a Agaxtur (11/3067-0900, www.agaxtur.com.br); a CVC (11/2191-8911, www.cvc.com.br); a Designer (11/2181-2900, www.designertours.com.br); a Flot (11/4504-4547, www.flot.com.br); a Hotéis no Caribe (11/3129-7155, www.hoteisnocaribe.com.br); a Luxtravel (11/3017-5656, www.luxtravel.com.br); a MMTGapnet (11/3124-6436, www.mmtgapnet.com.br); a Nascimento (11/3156 -9944, www.nascimento.com.br); a New Age (11/3138-4888; www.newage.tur.br); a RCA (11/3017-8700, www.rcaturismo.com.br); a Sanchat (11/3017-3140, www.sanchattour.com.br); a Varadero (11/3258-7477, www.varadero.com.br); a Vectra Travel (11/3816-0509, www.vectratravel.com.br) e a Visual (11/3235-2000, www.visualturismo.com.br). A Nivana (11/3256-1590, www.nivana.com.br), especialista em viagens para surfistas, também tem vários pacotes para a região. 

Informações ao viajante

Línguas: Espanhol

Saúde: Para entrar na República Dominicana, nenhuma vacina é obrigatória. Porém, é aconselhável a imunização contra febre amarela. A vacina deve ser tomada pelo menos dez dias antes do embarque em qualquer posto de saúde – e vale por dez anos.

Melhor época para visitar: Quase sempre faz calor na República Dominicana. A temperatura varia de 20ºC a 35ºC durante o ano. Na época mais agradável, de dezembro a abril, os termômetros ficam na faixa dos 25º. Os melhores meses para fugir dos preços altos e da muvuca são maio e junho. Prepare-e para ventos fortes de julho a novembro – é o período em que aumenta o risco de furacões.

Publicidade