Filadélfia

Site: http://www.phila.gov

População: 1.533.000 hab

Fuso horário: +3h (horário de Brasília)

Distância de outras cidades: Nova York: 138km; Boston: 440km; São Francisco: 4052 km.

“Oh, liberdade da Filadélfia, me ilumine, eu te amo!”. Essa frase da música Philadelphia Freedom, de Elton John, reflete bem o sentimento de quem pisa na primeira cidade e capital dos Estados Unidos.

A Filadélfia é o berço americano, conhecida como a “cidade do amor fraterno”. Lá, foi assinada a carta que decretou a independência do país e criada a primeira – e única – Constituição local.

O melhor lugar para sentir a emblemática liberdade local é o bairro histórico de Old City, na região leste da cidade. O local concentra o Sino da Liberdade, o Independence Hall, a primeira Prefeitura da Filadélfia, a primeira Casa da Moeda americana e algumas paredes que não foram derrubadas da Casa do Presidente, construção que tinha o mesmo papel da Casa Branca enquanto o município foi a capital americana.

No cruzamento das ruas Broad e Market, bem no centro da cidade, fica a atual prefeitura da Filadélfia – a maior construção municipal do país – e o coração da cidade. Ao redor do local, ficam os melhores restaurantes e hotéis, além de grandes lojas como a Macy’s e a FYE.

Dificilmente saímos da cidade sem nos apaixonar por sua atmosfera, por sua história, por seu sanduíche, por seu lutador. A cidade do amor fraterno pode ser uma opção pra quem visita Nova York e Washington, D.C., a aproximadamente duas horas de distância. 

ATRAÇÕES

No centro, o Love Park atrai os casais para uma foto, com a escultura de Robert Indiana representando a essência de amor fraterno da cidade. O Comcast Center, maior prédio local, possui uma tela de LED de alta definição com 190 m² no hall de entrada.

Na região oeste da cidade, fica o Museu de Arte da Filadélfia, um dos mais reconhecidos nos Estados Unidos. Popularizado no filme Rocky: Um Lutador, de 1976, ele possui uma estátua homenageando o personagem ao lado de suas escadas. Próxima ao museu também está a primeira penitenciária do país, que teve o gângster Al Capone como um de seus presos e hoje pode ser visitada por turistas.

Ainda a oeste, atravessando o Rio Schuylkill, fica a cidade universitária da University of Pennsylvania (UPenn), uma das mais tradicionais do país. A região possui a vida noturna mais agitada da cidade, repleta de bares e baladas.

A Filadélfia também é conhecida por ter os torcedores mais fanáticos e críticos em todos os esportes. O Complexo Esportivo, no sul da cidade, abriga o Citizens Bank Park, estádio utilizado pelos Phillies, equipe de beisebol, o Lincoln Financial Field, casa do Eagles do futebol americano, e o Wells Fargo Center, ginásio usado pelos Flyers do hóquei e pelos 76ers do basquete.

Se a sua intenção é fazer compras, dê um pulo na cidade vizinha de King of Prussia, onde está localizado o maior centro de compras da Costa Leste americana: o King of Prussia Mall. Se você quer preços mais em conta, o Philadelphia Premium Outlets, em Limerick, é o destino.

GASTRONOMIA

A cidade também tem seu prato, ou melhor, sanduíche. É o Philly Cheesesteak, composto por uma baguete, miolo de alcatra e cebolas preparadas em uma chapa e queijo cheddar derretido. Os moradores garantem que você pode comer o lanche em qualquer lugar da cidade, pois se fosse ruim, não aguentaria a concorrência. O Pat’s King of Steaks é considerado o inventor da iguaria.

COMO CHEGAR 

Não há voos diretos para a Filadélfia, mas quase todas as grande companhias aéreas fazem a rota para o Philadelphia International Airport. Os vôos da American Airlines fazem escala no Aeroporto Internacional de Miami, partindo de São Paulo. Na United Airlines, as escalas são feitas em várias cidades, como Newark, Chicago e Houston, também com saída de São Paulo. A Delta Airlines opera vôos com escala em Detroit, partindo de Guarulhos.

O sistema de metrô, ônibus, trolley – um tipo de bonde elétrico – e trens da cidade é operada pela Septa. Uma linha de metrô que liga a Filadélfia ao estado de New Jersey é operada pela Patco. A maior parte dos táxis da cidade são da PHL Taxi e aceitam cartões de crédito e débito.

Atualizado em 6/10/2015

LEIA MAIS:

Guia de Viagem – Estados Unidos

Conheça as atrações de Nova York

Informações ao viajante

Línguas: Inglês

Saúde: Não há exigências específicas


Melhor época para visitar: O inverno, sobretudo após o Natal, é bem rigoroso na cidade, enquanto os meses de junho, julho e agosto são os mais quentes, com temperaturas na casa dos 30 °C. A festa da Independência dos Estados Unidos, em 4 de julho, é uma das mais celebradas por americanos de todas as partes, que vão ao berço de seu país para curtir a parada na Rua Market e a queima de fogos no Museu de Arte da Filadélfia.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.