Continua após publicidade

Exposição no Instituto Tomie Ohtake reúne Calder e Miró

Os dois grandes amigos e artistas terão mais de 150 obras expostas em São Paulo

Por Malu Jansen
Atualizado em 17 jun 2024, 18h19 - Publicado em 17 jun 2024, 18h00

O Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, receberá uma nova exposição gratuita a partir de sexta-feira (21). Calder+Miró vai reunir pinturas, desenhos, gravuras, esculturas, móbiles, stabiles, maquetes, publicações, fotografias e jóias para contar a história da amizade entre o escultor modernista Alexander Calder e o pintor surrealista Joan Miró. A mostra será a mesma que foi exibida na Casa Roberto Marinho no Rio de Janeiro em 2022, com o acréscimo de um móbile de grandes dimensões de autoria de Calder.

A curadoria é de Max Perlingeiro e terá cerca de 150 peças, que estarão distribuídas por quase todo o espaço expositivo do Tomie Ohtake. Outra parte da mostra exibe trabalhos que foram influenciados direta ou indiretamente pelos dois artistas, como Tomie Ohtake, Abraham Palatnik, Aluísio Carvão, Antonio Bandeira, Arthur Luiz Piza, Franz Weissmann, Hélio Oiticica, Ione Saldanha, Ivan Serpa, Mary Vieira, Milton Dacosta, Mira Schendel, Oscar Niemeyer, Sérvulo Esmeraldo e Waldemar Cordeiro. Todas as obras apresentadas são provenientes de coleções públicas e privadas do Brasil.

Além disso, a exposição terá programação com rodas de conversa, oficinas de arte e jogos lúdicos. A programação está completa está no site, confira aqui.

Serviço  

A exposição acontecerá de 21 de junho a 15 de setembro no Instituto Tomie Ohtake, na Rua Coropé, nº 88, em Pinheiros. São dez minutos de caminhada da estação Faria Lima do metrô, Linha 4-Amarela. 

Continua após a publicidade

O Instituto abre de terça a domingo, das 11h às 19h. Entrada gratuita. 

Leia tudo sobre São Paulo

Busque hospedagem em São Paulo

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:
Publicidade