Vou Estudar Fora Por Blog Raquel Marçal ama viajar e aprender línguas e acha melhor ainda quando pode combinar os dois. Acredita que intercâmbio não tem idade e pretende continuar fazendo até os 80 anos

Feiras de intercâmbio: breve guia de sobrevivência para enfrentar a maratona de setembro

Por Raquel Marçal Atualizado em 27 fev 2017, 15h03 - Publicado em 31 ago 2016, 22h18

Chegou a época das grandes feiras de cursos no exterior. Ao longo de setembro, o tradicional Salão do Estudante, a Eduexpos e a EduCanada, esta um evento oficial do governo canadense, vão percorrer várias cidades.

Para quem sonha em estudar fora é a melhor chance de encontrar, em um só lugar, operadoras de intercâmbio, escolas de idioma, universidades e representantes dos escritórios de educação de dezenas de países.

É uma maratona: só o Salão do Estudante atrai 90 000 visitantes somando as cinco cidades por onde costuma passar. Dá uma média de 18 000 pessoas por cidade. Mas em São Paulo e no Rio de Janeiro as feiras lotam ainda mais – e chega a virar muvuca.

Para aproveitar ao máximo, é bom se preparar antes de chegar lá.

1. Faça a lição de casa

Chegue à feira já tendo uma boa ideia do que você quer: que curso te interessa, qual o seu objetivo, para onde gostaria de ir e quanto tempo e dinheiro tem disponível. Só com essas respostas você consegue navegar pelas centenas de estandes com objetividade. Anote todas as suas dúvidas para esclarecê-las durante o evento.

2. Visite os sites das feiras para ver o que vai rolar

A programação de palestras é bem bacana. Representantes de diversos países (tem gente até da Escandinávia) falam sobre vistos, imigração, carreiras, estágios, trabalho, bolsas de estudo e a vida de estudante lá fora, entre outros temas. Nos sites também dá para imprimir o ingresso (gratuito). Assim você entra mais rapidinho no evento.

3. Confira a lista de expositores

O Salão do Estudante tem mais de 300 expositores, de 21 países. A EduExpos traz outros 150. Para não perder tempo no dia, vale checar a lista dos participantes antes, selecionar as instituições que têm a ver com o que você quer e dar uma pesquisada sobre elas. Aí, ao chegar à feira é só ir direto no estande delas com suas perguntas na ponta da língua.

4. Chegue cedo

As feiras acontecem na parte da tarde e vão até a noite. Mas como tem apresentações diferentes de hora em hora – e algumas são bem concorridas – é bom chegar logo na abertura para não perder justamente aquela palestra sobre estudo e trabalho na Irlanda que você tanto quer ver.

5. Programe-se

Salão do Estudante

São Paulo
10 e 11 de setembro

Rio de Janeiro
13 e 14 de setembro

Continua após a publicidade

Curitiba
16 de setembro

Belo Horizonte
18 de setembro

Salvador
20 de setembro

Eduexpos e EduCanada

Campinas
15 de setembro

São Paulo
17 e 18 de setembro

Brasília
20 de setembro

Rio de Janeiro
22 de setembro

Curitiba
24 de setembro

Porto Alegre
25 de setembro

Belo Horizonte
27 de setembro

Recife
29 de setembro

Continua após a publicidade
Publicidade