Vou Estudar Fora Por Blog Raquel Marçal ama viajar e aprender línguas e acha melhor ainda quando pode combinar os dois. Acredita que intercâmbio não tem idade e pretende continuar fazendo até os 80 anos

5 destinos onde brasileiros podem estudar e trabalhar

Cinco países que permitem que intercambistas trabalhem legalmente

Por Julia Latorre Atualizado em 5 jul 2021, 14h51 - Publicado em 11 nov 2015, 18h30

No último post uma leitora respondeu que a sua maior loucura cometida para otimizar a grana durante o intercâmbio foi trabalhar. Pois bem, deixo com vocês uma seleção de 5 países ótimos para intercâmbio onde o esquema para conseguir um trabalho enquanto estuda é bem suave:

1. África do Sul

África do Sul

De acordo com o consulado do país, se você tem menos de 25 anos e recebeu uma proposta para trabalhar, você pode usar o visto de intercâmbio para trabalhar por até um ano.

2. Austrália

Austrália

Vistos para intercâmbios de até 13 semanas de curso com carga de 20 horas semanais permitem que o estudante trabalhe 20 horas por semana em período letivo e nas férias é possível trabalhar em período integral.

+ O que você deve saber antes de escolher a Austrália como destino de intercâmbio 

3. Canadá

Canadá

Continua após a publicidade

Estudantes que conseguem visto para estudar em universidades ou colleges podem trabalhar até 20 horas por semana.

+ Cinco cidades para fazer intercâmbio no Canadá

4. Irlanda

irlanda

O visto de estudante de até 8 meses permite que os intercambistas trabalhem 20 horas semanais durante o período do curso e 40 horas semanais nas férias.

+ Conheça as novas regras para trabalhar e fazer intercâmbio na Irlanda

5. Nova Zelândia

Nova Zelândia

Intercambistas com o visto de estudante podem trabalhar até 20 horas semanais. Os que estão matriculados em cursos com duração superior a 12 meses podem trabalhar em período integral durante as férias.

Quer me seguir no Instagram? @julialatorre

Continua após a publicidade
Publicidade