Uma viagem pela Itália através da vida de Leonardo da Vinci

No 500° aniversário da morte de Leonardo, conheça algumas obras fundamentais do gênio renascentista que permanecem em território italiano

Leonardo da Vinci dispensa apresentações. O homem renascentista que foi, ao mesmo tempo, pintor, escultor, arquiteto, engenheiro e astrônomo faleceu em 1519, exatamente 500 anos atrás. Apesar do local de sua morte ter sido Amboise, na França, ele passou a maior parte da vida na Itália. Por isso, quem viaja para a terra da bota pode ver diferentes lugares e obras relacionados ao gênio. Confira algumas delas:

1. Vinci

Cidade de Vinci vista do alto

Cidade de Vinci vista do alto (Bo&Ko/Flickr)

Leonardo não tinha um sobrenome. Na época, o termo “da Vinci” significava apenas que Leonardo era da comuna de Vinci, na Toscana. O local exato de seu nascimento é Anchiano, um pequeníssimo vilarejo que preserva uma casa onde o gênio teria passado a sua infância. Já na cidade de Vinci em si, que é bem charmosa, você poderá visitar também a Igreja de Santa Croce, onde ele foi batizado, e o Museo Leonardiano, com réplicas de algumas de suas invenções.

Veja também

2. Museo Leonardo da Vinci, Florença

Museo Leonardo da Vinci, Florença, Toscana, Itália Sala com as engenhocas criadas por Leonardo

Sala com as engenhocas criadas por Leonardo (Museo Leonardo da Vinci/Divulgação)

Nada de miniaturas por aqui! No Museo Leonardo da Vinci de Florença, você poderá ver as máquinas desenhadas pelo renascentista em tamanho real e em funcionamento. Algumas delas são inclusive interativas, de forma que você poderá movimentar os mecanismos para ver como os projetos de Leonardo funcionariam na prática.

3. Gallerie degli Uffizi, Florença

A Anunciação Leonardo da Vinci Galleria degli Uffizi Florença A Anunciação, de Leonardo da Vinci

A Anunciação, de Leonardo da Vinci (Divulgação/)

Quase todo dedicado à pinturas renascentistas, as Gallerie degli Uffizi guardam três quadros de da Vinci, incluindo o Annunciazione, que teria sido o seu primeiro trabalho. Os outros dois são o Adorazione dei Magi, que foi deixado inacabado quando o gênio se mudou para Milão, e o Battetismo di Cristo, pintado em conjunto com Andrea del Verrocchio.

Veja também

4. Pinacoteca Ambrosiana, Milão

O quadro faz parte do acervo do museu

O quadro faz parte do acervo do museu (Leonardo da Vinci/Wikimedia Commons)

Já em Milão, é na Pinacoteca Ambrosiana que você verá os projetos de Leonardo: folhas e mais folhas onde ele desenhava detalhadamente as suas invenções. Repare também nas anotações, todas escritas em sentido reverso. Além disso, ali fica mais uma de suas pinturas, o Ritratto di Musico.

5. Última Ceia, Milão

A Última Ceia, na Santa Maria delle Grazie, Milão, Itália A Última Ceia, de Leonardo da Vinci

A Última Ceia, de Leonardo da Vinci (White House Photo/Alamy Stock Photo/Latinstock/Reprodução)

A pintura mais famosa de Leonardo da Vinci (e uma das pinturas mais famosas do mundo) é, na verdade, um afresco. Isso significa que a Última Ceia foi feita para decorar uma das paredes do refeitório do monastério de Santa Maria delle Grazie, em Milão. Encomendada pelo duque Ludovico Sforza, sua grande sacada foi retratar o momento exato em que Jesus anuncia que seria traído por um dos apóstolos naquela mesa, o que dá bastante movimento à obra.

Veja também

6. La Vigna di Leonardo, Milão

Os jardins da Casa degli Atellani, dentro da propriedade

Os jardins da Casa degli Atellani, dentro da propriedade (Vigna di Leonardo/Divulgação)

Como forma de agradecer pelo seu trabalho na Última Ceia, o duque Ludovico Sforza presenteou Leonardo da Vinci com uma vinha. Como o pintor nasceu entre os vinhedos da Toscana, o intuito era que a propriedade fizesse com que o pintor se sentisse em casa, apesar de estar bem no centro de Milão. Detalhe: a propriedade possui 7 quartos muitos confortáveis onde é possível se hospedar, clique para saber mais.

7. Museo Nazionale della Scienza e della Tecnologia, Milão

Museu Nacional da Ciência e Tecnologia Leonardo da Vinci em Milão, Itália Engenhocas projetadas por Leonardo da Vinci estão em exposição no museu

Engenhocas projetadas por Leonardo da Vinci estão em exposição no museu (Divulgação/Museu Nacional da Ciência e Tecnologia/)

Maior museu técnico-científico da Itália, o Museo Nazionale della Scienza e della Tecnologia possui uma galeria dedicada às máquinas do gênio renascentista. A proposta é semelhante ao Museo Leonardo da Vinci de Florença: ali você poderá ver desenhos e modelos dos projetos.

Veja também

8. Sala delle Asse, Milão

Progressos na restauração da Sala delle Asse

Progressos na restauração da Sala delle Asse (Hoclab/Wikimedia Commons)

Atualmente fechada para restauros, a Sala delle Asse é um salão dentro do Castello Sforzesco que foi ricamente decorado por afrescos de Leonardo da Vinci. Felizmente, o espaço será aberto para visitações entre 16 de maio de 2019 e 12 de janeiro de 2020, uma oportunidade única de apreciar as pinturas que representam plantas, frutas, raízes e pedras.

Acompanhe minha vida na Itália no Instagram: @barbara.ligero

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s