Onde comer a melhor carne da Toscana

Um dos açougueiros mais famosos do mundo, Dario Cecchini possui três restaurantes especializados em carne no coração do Chianti

Quem vai para Toscana não come só massa, não. Além de um dos pratos típicos da região ser a bistecca alla fiorentina, um pedação de filé bovino mal passado, essa é a terra de um dos açougueiros mais famosos do mundo.

De uma família de oito gerações de macellai (açougueiros), Dario Cecchini se dedica a estudar como aproveitar a carne dos animais ao máximo e também qual a melhor forma de preparar esses cortes.

Dario trabalhando em seu açougue

Dario trabalhando em seu açougue (Neeta Lind/Flickr)

Apesar de ter conquistado fama mundial, ainda hoje é possível encontrar com ele na pequenina cidade de Panzano in Chianti. É ali que fica o seu açougue, a Antica Macelleria Cecchini, e os seus três restaurantes, por onde ele costuma passar cumprimentando os clientes.

Em todos os estabelecimentos o clima é descontraído e o ambiente, rústico, apesar de haver alguns toques de modernidade na decoração. O que mais me chamou a atenção foram as mesas compridas, onde completos desconhecidos sentam-se lado a lado, quando não de frente um para o outro, como uma grande famiglia.

Os arredores de Panzano in Chianti

Os arredores de Panzano in Chianti (Mireille Muggianu/Flickr)

Para quem está fazendo um tour pelas vinícolas do Chianti, uma boa ideia é comprar uma garrafa de vinho e levá-la consigo para o almoço, já que nenhum dos restaurantes cobra taxa de rolha. Depois, basta escolher um dos três, que poderiam ser divididos por nível de fome:

Dario Doc

Prato simples, porém Toscano, do Dario Doc

Prato simples, porém Toscano, do Dario Doc (Tuscan Traveler/Reprodução)

Opção mais econômica, serve uma espécie de fast food de qualidade. O prato que eu escolhi foi o Mac Dario, que por € 10 vem com hambúrguer de carne bovina, batatas assadas, legumes e cebola. Mais farto, o Super Dario custa € 15 e acrescenta tomates e feijão. Já o Accoglienza, de € 20, mistura o “chianti sushi” (beef tartar) com porco assado e bolo de carne.

Aberto de segunda a sábado das 12h às 15h.

Solociccia

Um dos pratos do menu fechado do Solociccia

Um dos pratos do menu fechado do Solociccia (Antica Macelleria Cecchini/Divulgação)

Para quem está com um pouquinho mais de fome, o menu fixo de € 30 inclui pratos com diferentes tipos de carne. Acompanhados de legumes, feijão branco, grão de bico, saladas e pães, são servidos ragú de carne e carnes assadas.

Aberto diariamente para o almoço, às 13h, e para o jantar, às 19h e às 21h.

Officina della Bistecca

Prepare-se para comer muito

Prepare-se para comer muito (Dave & Margie Hill/Flickr)

O próprio site do restaurante avisa: “A Officina della Bistecca não é recomendada para aqueles com pouco apetite”. Em se tratando de italianos, eu levaria esse conselho bem a sério. Paga-se € 50 para comer carnes nobres, incluindo as típicas bistecca alla fiorentina, costata di manzo e bistecca panzanese.

Aberto diariamente para o almoço, às 13h, e para o jantar, às 20h. É recomendável reservar com antecedência.

Siga-me no Instagram: @barbara.ligero

Veja também

 

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s