Piacere, Itália! Depois de passar um mês rodando a Toscana, Bárbara Ligero caiu de amores pela terra da bota e se matriculou em um curso de italiano. Atualmente, está aprendendo a gesticular com perfeição

As melhores vistas de Florença

Enquanto a Piazzale Michelangelo é manjada e disputada entre os turistas, há uma série de outros belos lugares para ver e fotografar o Berço do Renascimento

Por Barbara Ligero Atualizado em 5 fev 2020, 16h29 - Publicado em 18 jun 2018, 19h21

Mil e um artigos sobre Florença, os meus inclusive, indicam a Piazzale Michelangelo como o melhor ponto para admirar a cidade. De fato, suas vistas são imbatíveis, pois permitem fotografar exatamente o cenário que estampa a maior parte dos cartões-postais: de um lado, a torre medieval do Palazzo Vecchio e, do outro, a cúpula renascentista do Duomo.

Isso sem falar do pôr do Sol, que doura o casario normalmente em tons de ocre e lança uma luz especial sobre o Rio Arno. É imperdível dar uma passadinha ali no final do dia, depois de visitar o Palazzo Pitti, por exemplo. Mas saiba que uma centena de outros turistas leram a mesma dica que você e, por isso, será necessário disputar um espacinho no balcão para tirar aquela tão desejada selfie.

Basilica di San Miniato al Monte

A igreja fica em um dos pontos mais altos da cidade Jonas Ginter/Flickr

O que nem todo mundo faz é encarar mais uma subidinha até a Basilica di San Miniato al Monte, que começou a ser construída lá pelo século 11 em um dos pontos mais altos de Florença. Fica a apenas sete minutos a pé e tem praticamente as mesmas vistas da Piazzale Michelangelo, só que sem tanta gente na frente. De quebra, você ainda conhece um bonito exemplar da arquitetura românica fiorentina, bastando estar atento aos horários da igreja.

  • Cúpula x Campanário

    A foto já explica porque vale a pena subir no cartão-postal de Florença Summer_Kwak/Pixabay

    Enquanto as opções anteriores permitem ver o centro histórico ao longe, essas estão bem no coração da cidade. Ao visitar o complexo do Duomo di Firenze, é possível subir na cúpula e/ou na torre onde fica o sino. Cada opção tem a sua vantagem e a sua desvantagem. Na primeira, as vistas são perfeitas e você passa bem pertinho dos afrescos que decoram o interior da igreja, mas a subida é um tanto claustrofóbica. A segunda é mais tranquila de escalar e permite fotografar a cúpula, mas o mirante é todo cercado por grades que atrapalham as fotos.

  • Galleria degli Uffizi

    A Ponte Vecchio se enquadra perfeitamente na janela do museu Matteo/

    Nessa outra atração incontornável de Florença, o que prenderá sua atenção são as grandes obras de mestres renascentistas, como da Vinci, Michelangelo e Rafael. Ainda assim, vale a pena reparar nas janelas do museu, pois algumas delas enquadram vistas perfeitas para a Ponte Vecchio e o próprio Rio Arno. Além disso, no segundo andar há uma cafeteria instalada em um terraço, de onde parece ser quase possível tocar o Palazzo Vecchio.

    Continua após a publicidade
  • Cafés, bares e restaurantes

    A vista acachapante do Plaza Hotel Lucchesi Hotel Plaza Lucchesi/Divulgação

    Ainda no centro histórico, outra opção de café com vista é o La Terrazza, no último andar da loja de departamento Rinascente. Fica na Piazza della Repubblica e, por isso, cercado de castões-postais por todos os lados: a cúpula do Duomo, o Palazzo Vecchio e o Giardino di Boboli, do outro lado do Rio Arno.

    Outra opção é investir no aperitivo, o happy hour dos italianos, para ter acesso a um espaço privativo com vistas exclusivas. Logo embaixo da Piazzale Michelangelo, o Flo é um bar mais arrumadinho com DJs ou música ao vivo durante o verão. Mas há também os rooftops de hotéis como o Grand Hotel Minerva, na mesma praça da Basilica di Santa Maria Novella, e o Plaza Hotel Lucchesi, do lado do Rio Arno e pertinho da Basilica di Santa Croce.

  • Se a ocasião pedir um jantar, o B-Roof do Grand Hotel Baglioni tem uma área externa iluminada por velas à noite e o Duomo como pano de fundo. Mas atenção: muitos desses espaços ao ar livre fecham durante o inverno, de forma que uma boa alternativa é o restaurante Se.Sto do hotel Westin Excelsior, com paredes de vidro e um belo panorama do Rio Arno.

    Busque hospedagens em Florença

    Siga-me no Instagram: @barbara.ligero

    Continua após a publicidade
    Publicidade