Fotos e expressões genuínas do Vietnã

Descobrindo lugares novos e tão incrivelmente diferentes, fico ainda mais perplexa e entristecida com a intolerância que assombra nossa sociedade. Será que, neste mundo extremamente conectado com mobilidade total e aplicativos fantásticos, nos esquecemos de olhar com respeito e ternura quem está ao nosso lado?

Não sou contrária às inovações tecnológicas! Ao contrário. Elas nos levam longe e também nos aproximam dos outros. Esse momento exemplifica bem isso. Olha eu aqui, na Indonésia, conectada a vocês por meio desse blog! Isso é sensacional. Mas essa conectividade tecnológica não deve excluir o convívio entre as pessoas.

Viajar também é observar, contemplar, olhar, inclusive (ou principalmente) quem está lá e faz a história daquele lugar. Que delícia poder se integrar com locais e ter a chance de aprender algo novo, reconhecer o semelhante e, ao mesmo tempo, descobrir o diferente. Em nome desse olhar que nos aproxima do outro, decidi apresentar o Vietnã (onde estivemos em maio) de um jeitinho muito especial: a partir dos rostos e expressões genuinamente vietnamitas.

Heloísa Schurmann

Vietnã14

Vietnã19

Vietnã6

Vietnã23

Vietnã27

Vietnã17

Vietnã7

Vietnã29

Vietnã31

Vietnã20

Vietnã21

Vietnã16

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.