Demônio da Garoa Por Blog Meeeeu, cê vai ver que aqui tem de tudo um muito sobre esse mundo chamado São Paulo: restaurantes, botecos, baladas, eventos, praias, esportes… Vale tudo, menos catchup na pizza!

Veracidade Mundana, a exposição gratuita na Vila Madalena que discute a água

Por Bruno Favoretto Atualizado em 27 fev 2017, 15h26 - Publicado em 11 mar 2015, 17h01

Nos dicionários, a palavra racionar significa repartir regradamente, limitar a distribuição ou consumo de certos bens ou serviços.

Tem gente que fica 18 horas sem água, mas ainda existe a cara de pau de alguns dizendo que isso não é racionamento.

Caso de Benedito Braga, secretário de Recursos Hídricos do Estado de São Paulo, que, de forma patética, tergiversou, mesmo quando perguntado diretamente, que ficar 18 horas sem água significa racionamento. Isso foi no programa Roda Viva, da TV Cultura, na última segunda-feira (9/3).

Isso porque ele se especializou no assunto água em Harvard.

Sim, estamos às voltas da grande seca. E a dupla de artistas Mundano (que bolou o Pimp My Carroça) e Mauro demonstram sensibilidade com o tema.

Carro desovado no maior reservatório da capital / FOTO AndrÉ D'Elia

Carro desovado no maior reservatório da capital / FOTO André D’Elia

Na exposição Veracidade Mundana, entre quadros, instalações e materiais enferrujados retirados do Cantareira (tem até carcaça de carro, conforme você vê acima), uma intervenção se fará presente durante toda essa temporada: água livre e gratuita para os visitantes da galeria.

Continua após a publicidade

“Pode parecer ostentação, mas na verdade a proposta é convidar o público para interagir com a obra e o tema, degustando um copo d’água retirado direto de uma instalação provocativa, enquanto observa a exposição”, explica Mundano.

Mauro em ação / FOTO André D'Elia

Mauro em ação / FOTO André D’Elia

Veracidade Mundana

Até 7 de abril, das 11h às 20h

Galeria A7MA

Rua Harmonia, 95B, Vila Madalena, SP

a7ma.art.br (11) 2361-7876

Continua após a publicidade
Publicidade