Demônio da Garoa Por Blog Meeeeu, cê vai ver que aqui tem de tudo um muito sobre esse mundo chamado São Paulo: restaurantes, botecos, baladas, eventos, praias, esportes… Vale tudo, menos catchup na pizza!

Primeira pizzaria de São Paulo, a Castelões é uma viagem a 1924

A primeira pizzaria da capital, de 1924, não sonega a idade: conserva um rústico balcão de antepastos e, nas paredes, fotos antigas

Por Bruno Favoretto Atualizado em 29 jul 2019, 15h27 - Publicado em 10 jul 2015, 01h36

Perambular em uma noite de sexta pela região da Avenida Rangel Pestana, no Brás, já foi um programão até os anos 1960, quando sobravam cantinas e cinemas erguidos pelos italianos (meu nonno Salvador conta que a paquera ocorria na rua mesmo).

O pedaço hoje é meio barra-pesada, há inclusive umas prostitutas visivelmente debilitadas na região, mas o velho letreiro iluminado da Castelões e seu vigia de quepe continuam lá.

A primeira pizzaria da capital, de 1924, não sonega a idade: conserva um rústico balcão de antepastos e, nas paredes, antigas fotos de políticos, futebolistas e atores que se misturam a flâmulas e uísques que parecem estar lá há 91 anos – assim como os garçons, há décadas com a famiglia Donato, que toca o local de geração em geração.

Pedi a pizza que leva o nome da casa e comprovei que a mussarela combinada com a linguiça caseira curada (e seu leve toque de erva-doce) ainda ornam bem com o tinto da casa.

Quem curte alho tem de provar a napolitana, que harmoniza com a avantajada borda com casquinha de queijo tostado. Como o tempo não passou na Castelões, nada mais justo do que a dinastia Donato não aceitar cartões.

Pizzaria Castelões

Rua Jairo Góis, 126, Brás

11/3229-0542, casteloes.com.br

Continua após a publicidade
Publicidade