Achados Adriana Setti escolheu uma ilha no Mediterrâneo como porto seguro, simplificou sua vida para ficar mais “portátil” e está sempre pronta para passar vários meses viajando. Aqui, ela relata suas descobertas e roubadas

Ano novo em Veneza: dicas de um brasileiro que mora na cidade

As festas e eventos da virada listados por um gaúcho que mora em Veneza há mais de uma década

Por Adriana Setti Atualizado em 5 dez 2017, 14h26 - Publicado em 28 nov 2014, 06h27

Réveillon é coisa séria para nós, brasileiros.  E quem viaja para o exterior nessa época fica aflito meses antes, tentando planejar a grande noite meio no escuro. Para dissipar as dúvidas, nada melhor do que quem mora na cidade para explicar como as coisas funcionam. Por isso, convoquei o gaúcho Leandro Zaffalon,  consultor de viagens em Veneza para brasileiros (venezaparabrasileiros@gmail.com), para dar dicas insiders a vocês para o capodanno. Ele mora há dez anos na cidade e ama Veneza até de baixo d’água, literalmente (perguntei como ele se vira quando a cidade alaga e ele jurou que acha divertidíssimo!).

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=4qFN_hGF4JI?feature=oembed%5D

“Pra começar acho que vale mencionar que aqui em Veneza faz bastante frio neste período. Então, muitas festas são organizadas dentro de palácios, restaurantes e hotéis. Na rua, o grande evento acontece na Piazza San Marco. Tanto os turistas quanto os venezianos começam a chegar na praça lá pelas 22h, para participar do evento chamado White Venice Capodanno a Venezia. Sim, eles também se vestem de branco! Mesmo que não seja dos pés à cabeça, alguns  colorem o rosto, ou usam máscaras brancas e outros adereços. O evento é animado por shows e, à meia noite, acontece uma queima de fogos na Riva ( margem) Degli Schiavoni, em frente à Praça San Marco. Quem prefere ver os fogos sem estar na multidão pode se posicionar na Punta della Dogana (ao lado da Basilica de Santa Maria della Salute), mas lá não há nenhum clima de festa ou grande movimento. Já na praça, a festa vai até tarde com DJs. O brinde será oferecido pela casa veneziana de vinhos Canella, que distribuirá garrafinhas superchics de alumínio com Bellini, o mais veneziano dos drinques, feito de prosecco com suco de pêssego. Para quem não quiser passar a virada na rua, os restaurantes e festas em palácios são muito concorridos — alguns já estão com lista de espera desde já (veja algumas sugestões abaixo). O prato típico para a festa de Réveillon é o cotechino (uma espécie de linguiça de porco) com lentilha, servido à meia-noite, tanto nas festas de gala  como na casa dos venezianos. No Brasil, 1o de janeiro é o dia da ressaca. Mas aqui  TOP é participar do concerto do primeiro dia do ano do magnífico Teatro La Fenice, transmitido ao vivo pela TV italiana RAI para toda a Itália. Participei no ano passado e posso dizer que foi uma experiência e emoção sem igual. Não há mais entradas à venda, mas nada que um cambista não resolva.”

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=8-oll34v-7E?feature=oembed%5D

PARA NÃO FAZER FEIO NAS FESTAS DE GALA:

“O chique em Veneza è seguir as recomendações do dress code à risca (que muitas vezes é black tie) e chegar e sair de water-táxi.”

Algumas sugestões de festas e restaurantes para passar a virada em alto estilo:

Hotel Palazzina G: Badaladíssimo e frequentado por celebridades, foi projetado pelo arquiteto e designer famosíssimo Philippe Starck, é “o” lugar certo para os mais jovens na noite do capodanno. Clique aqui para saber os detalhes.

Continua após a publicidade

Il Palazzo: Super jantar de gala no magnífico restaurante Pisis, de frente para o Grande Canal.

Westin Europa & Regina: É um dos hotéis classicões de Veneza. A festa de Réveillon acontece no famoso restaurante Club del Doge.

Palácio Ca’ Sagredo Hotel: Em geral, realiza uma banquete em um salão, muito recomendado pelos venezianos.

Cassino Ca’ Vendramin:  Faz uma festa numa espécie de capsula transparente com DJ. Clique aqui para ver os detalhes.

Hotel Hilton Molino Stucky:  Tem uma super vista, onde se pode ver  toda Veneza do alto,  ponto privilegiado para ver a queima de fogos. Tem vários tipos de jantares para o Réveillon.

Hotel Metropole:  Renomado e muito famoso. Seu restaurante MET é estrelado pelo Michelin e é um dos melhores da cidade.

Restaurante Quadri: Também eleito um dos melhores em Veneza pela guia Michelin, vista para a Praça San Marco, imperdível.

Hotel Danieli: É um dos grandes “divos” da hotelaria veneziana, onde muitos brasileiros costumam jantar no dia 31. O nome da festa é Champagne Veuve Clicquot La Grande Dame Dinner.

Siga @drisetti no Twitter e no Instagram.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade