Raio-X da Dlouhá, a rua mais hypada de Praga

O mapa da mina dos bares, restaurantes e clubs do endereço mais badalado da capital tcheca

Sorte na vida foi, meio sem querer, ter alugado um apê a poucos metros da rua mais bacana de Praga. A Dlouhá (“rua longa”, em tcheco) é mais conhecida como a party street da cidade. Mas, ainda que ferva na medida certa à noite, está bem longe de ser balada. Além de ter uma arquitetura linda, a rua tem cafés calmos, bares “secretos” e restaurantes deliciosos. A seguir, o mapa da mina, garimpado ao longo das trocentas vezes que passei por lá. Os lugares foram listados na sequência que você os encontrará ao vir da Old Town Square (Staroměstské náměstí), onde a rua praticamente começa/desemboca:

>> Veja mais dicas, fotos e vídeos de Praga no meu Insta @drisetti!

 

James Dean

Devo confessar que o jeitão de diner americano dos anos 50 deste bar me deixou com preguiça de gostar dele (em Praga, prefiro coisas que pareçam mais tchecas, sabe?). Mas você não tem nada a ver como esse meu preconceitinho tolo: é uma lenda da noite de Praga, bombando com força até as 6 da matina.

M1 Lounge

É outra balada infalível, além de pico oficial de hip hop e afins na cidade. Recebe DJs internacionais.Não fica exatamente na Dlouhá, mas faz parte da mesma “cena”.

Harley’s Bar 

Para engolir shots incendiários, dar soquinhos no ar e gritar “we will we will rock you!”. Está para Praga assim como o Magic para Barcelona, um verdadeiro túnel do tempo que vai dar nos loucos anos 80, com atmosfera rock and roll.

Apetit 

Não faz parte do pack cool da Dlouha. Mas é o lugar certo pra quebrar o seu galho com um almoço rápido e barato. Tem um bufê self-service de comida tcheca honesta, um restaurante e uma delicatessen que vende bons sanduíches, saladas e pratos leves. Pra sair satisfeito por menos de €5.

Lokál

O quarteirão gourmet da Dlouhá começa com o meu endereço favorito na cidade. Não inventei a roda. Todo mundo conhece o Lokál, que serve comida tcheca tradicional com um (discreto) twist e a cerveja mais bem tirada da sua vida. Tem várias unidades na cidade, mas esta é a maior e mais animada, a praticamente qualquer hora do dia. Em uma semana, vim aqui quase todos os dias.

Roxy

É outro bastião da noite de Praga, instalado em um antigo cinema em estilo art déco. A programação tem música ao vivo, DJs famosos e altas baladas eletrônicas. Tem vários ambientes, entre eles o NoD, um mix de café e espaço experimental onde rola de teatro a cinema, passando por exposições. Cool no último.

O jeitinho de ser do Antik, mix de antiquário, restaurante, cafe e mercadinho

O jeitinho de ser do Antik, mix de antiquário, restaurante, cafe e mercadinho (Adriana Setti/Arquivo pessoal)

Antik Cafe Dlouhý Příběh 

Foi paixão à primeira vista por este lugar. Gostei mesmo antes de entender o que era. E passei tanto tempo espiando pela janela pra ver se chegava a uma conclusão, que o dono saiu pessoalmente e me convidou para entrar. Tão enigmático quanto o nome estampado na fachada (escrito em uma fonte impossível de entender), é uma fusão de antiquário, café, mercadinho e restaurante, onde tudo é servido em louças antigas. Teria tudo para ser apenas hipster. Mas tem muita alma e originalidade. Vale para almoçar (fecha cedo) ou para tomar um café com docinhos.

O jeito caverninha de ser do Bokovka, um wine bar quase secreto

O jeito caverninha de ser do Bokovka, um wine bar quase secreto (Bokovka/Divulgação)

Bokovka

Um pátio interno misterioso (e lindo!) “enfeitado” com roupas no varal leva a este wine bar praticamente secreto, que parece uma caverninha. Lugar ideal para provar bons vinhos tchecos (sim!) e dar um tempo na cerveja.

Steak tartar do Nase Maso

Steak tartar do Nase Maso (Adriana Setti/Arquivo pessoal)

Nase Maso

Veganos, atravessem a rua ao passar por aqui. É um açougue do tipo Disneylândia dos carnívoros, que também serve cortes de carne tcheca de ótima qualidade, frios regionais, sanduíches e outras delícias em poucas (e disputadíssimas) mesinhas, a preços camaradas. Vive lotado, com filas saindo pra fora. Mas vale o perrengue. O steak tartar é divino e o hambúrguer é uma lenda. A cerveja você mesmo serve (em copo de papel) de uma torneirinha. Outro lugar no qual voltei algumas vezes.

Chlebíčky: difícil de falar, fácil de gostar

Chlebíčky: difícil de falar, fácil de gostar (Sisters/Divulgação)

Sisters

Fica lado a lado com o Nase Maso, em uma galeria que tem outras coisas legais. A especialidade aqui é o chlebíčky. Impossível de pronunciar, fácil de gostar, é um sanduíche aberto típico da República Tcheca, com coberturas que vão de presunto a salmão defumado e outros ingredientes incrementados. Estava fechado para reformas quando estive por lá, com previsão de abertura para maio, mas indico aqui porque é uma unanimidade entre os locais.

Cukrář 

Não importa onde você jante ou almoce. Deixe a sobremesa para esta pâtisserie, uma das mais famosas da cidade.

CLIQUE AQUI PARA VER O MAPA COMPLETO

Procure acomodação no Booking

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s