Pousadas ridiculamente boas, bonitas e baratas em Bali

Aqui vai a minha listinha de ouro de pousadinhas em Bali. Testadas e aprovadas:

Ned’s Hide-Away, em Seminyak
Se é que Londres e Bali podem ser comparado, Seminyak é a Notting Hill da ilha. Um lugar com uma lojinha incrível ao lado da outra, restaurantes ótimos de badalados e gente bacanuda. Consequentemente, encontrar um lugar baratésimo não é tarefa fácil. Batalhei muito pela internet. E quando estava prestes a desistir, encontrei em um blog perdido da net a dica preciosa. Administrada por uma senhora de 150 anos e a sua família, esta “guest house” é um recanto de paz no olho do furacão, escondida em um bequinho silencioso, numa travessinha da Jl Raya Seminyak, a rua principal da região. Todos os hóspedes com quem troquei a idéia – e todo mundo parecia disposto a se enturmar – eram habitues. Em sua maioria Australianos e Neozelandeses com pinta de doidões regenerados (a julgar pelo silêncio noturno). Os quartos, com ventilador, dão para um jardim maravilhoso, o serviço é simpaticíssimo e impecável. Os lençóis e toalhas são trocados diariamente e o chuveiro tem água quente, algo impensável no resto do Sudeste Asiático por esta pechincha. O preço até parece piada: 5 euros por dia, para o casal. +62 (361) 731270;
nedshide@dps.centrin.net.id

Mendra’s Bungalow, em Ubud
Ubud já foi um refúgio zen na floresta. Mas hoje é o supra-sumo do hippie chique. Encontrar guest houses baratas ainda é relativamente fácil, mas os bangalôs, muito mais legais, andam inflacionadinhos. O Mendra’s tem bangalôs enormes, com cama king size, ventilador e um banheiro ao ar livre com jardim que é o máximo. As varandas dão para um gramado onde funciona um spa (as mocinhas do spa também cuidam dos bangalôs). O preço é para rir: 5 euros por dia, o casal. Para encontrá-lo, procure a placa na entrada de um bequinho na frente do restaurante 3 Monkeys, na Monkey Forest Road. Cuidado com o limo no chão, para não se esborrachar como esta blogueira.

Bali Coral, em Tulamben
Em um jardim repleto de bromélias, bangalôs novinhos em folha se enfileiram. A cama é king size e o banheiro, enorme, tem até banheira. A porta de madeira trabalhada é um show. O bar e restaurante, de frente para o mar, serve peixinho decente. No centro de mergulho da pousada, baratíssimo, os dive masters são uma simpatia, mas – único porém – o equipamento está precisando de uma renovação (mergulhei com o neoprene mais velho da Indonésia). O preço é uma festa: 6 euros com ventilador e 12 euros com ar, com café incluído. +62 (361) 22909

Linda Bungalows
É quase inacreditável. De frente para o mar, com uma varanda enorme, estes bangalôs arrendados por um casal de australianos estão tinindo de novos, são gigantescos e bem decorados. A cama é queen size, com lençol macio e vários travesseiros, um verdadeiro luxo. Na frente, o jardim ainda tem espreguiçadeiras. O restaurante se auto-intitula o melhor da ilha. E pode mesmo ser verdade. Peixe fresco com molhos elaborados, frutos do mar e alguns pratos ocidentais saem no capricho. O preço parece mentira: 6 euros por dia, para o casal. +62 (361) 24495.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s