Onde estão as praias mais bonitas da Croácia?

Antes de mais nada, definamos praia. Na Croácia, essa palavrinha mágica (plaža) serve para definir qualquer lugar que permita um bom mergulho, seja ele de areia, pedrinhas, pedronas ou cimento. Cimento? Relaxa. O que importa, nas margens plácidas do Adriático, é se jogar naquele mar absurdamente cristalino, com um degradê escandaloso que vai do azul turquesa ao verde esmeralda. Caso houvesse um campeonato mundial de transparência marítima, o país estaria brigando pela pole position. Ou seja, arruma um sapatinho para proteger o pé e se joga – afinal de contas, a cor do mar no Brasil não chega nem perto (não, nem em Noronha).

Isso pode ser considerado praia na Croácia....

Isso pode ser considerado praia na Croácia….

E isso também. Com essa cor de mar, nada mais importa.

E isso também. Com essa cor de mar, nada mais importa.

Mas não rola nem uma mísera areiazinha? Bom, às vezes sim. E aqui está uma lista que não me deixa mentir. Mas, segundo a minha experiência, na Dalmácia Central (onde estão as ilhas mais famosas) e também na região de Dubrovnik, as praias fofinhas estão longe de ser as mais bonitas — justamente porque a areia acaba fazendo com que a água seja menos transparente. Outra coisa bastante curiosa é que os locais não gostam de moleza. Em praias de areia, eles sobem na primeira rocha que estiver por perto e ficam ali o dia todo.

 

E onde estão as melhores praias da Croácia? Preciso comer muito arroz e feijão para ousar fazer um dossiê completo. Mas aqui vai um pouco do que vi e o que apurei por lá. Já é um bom começo:

 

Em Vis…

Minha ilha favorita na Croácia até este momento é também a minha eleita em termos de praias. Ali está uma das mais famosas do país, a toda-poderosa Stiniva – eleita recentemente como a mais bonita da Europa (clique aqui para saber mais e ver as fotos). Chegar lá caminhando é um senhor perrengue. Totalmente despreparada, de Havaianas, fiz um pedacinho da trilha (pedregosa, inclinadíssima, mal sinalizada e com plantas cheias de espinhos) até que o bom senso falou mais alto e eu desisti. O melhor, portanto, é pegar um barco do vilarejo de Rukavac, ou se preparar para aguentar o tranco (principalmente o da subida, que demora uns 40 minutos bem verticais). Quem não está afim de muito empenho vai ser feliz em Srebrena, acessível com uma caminhadinha de 10 minutos. Outra lindona é a de Uvala Porat, na ilhota de Bisevo, onde fica a famosa Gruta Azul. Ao fazer o passeio para a caverna, é possível pagar um adicional para que o barco (que faz o transporte de Vis a Bisevo) leve até lá.

Srebrena, linda e facinha

Srebrena, linda e facinha

Em Vis, até as praias urbanas são lindas

Em Vis, até as praias urbanas são lindas

Em Hvar…

A cidadezinha de Hvar é um charme, isso não se discute. Mas, em termos de beleza natural, não caí de amores pelas ilhotas Pakleni, onde quase todo mundo que está por lá vai passar o dia – o que importa nesse caso, definitivamente, é badalar. Explorando a ilha de carro, descobri a prainha de Ivan Dolac, que ainda por cima está cercada de vinhedos. Ali perto, Sveta Nedjelja também tem praias lindas. Quando voltar a Hvar, quero muito ficar hospedada nessa região (a uns 40 minutos de carro de Hvar) para explorá-la mais a fundo. A paisagem está repleta de encostas forradas de bosques e prainhas escondidas. Um achado.

 

Em Brac…

Todos os caminhos em Brac levam a Zlatni Rat, a best seller da Croácia. Tive o infortúnio de estar lá em um dia nublado, uma baita sacanagem do destino. Sabe aquela cor maravilhosa da foto lá de cima? Não vi. Por outro lado, tive o lugar praticamente só pra mim (no verão, a guerra por território é heavy metal). Já tinha lido por aí que a praia era famosa por ser uma das poucas de areia.  Não é bem assim. Na real, é feita de pedrinhas bem pequenas. Em forma de chifre, ela tem mar dos dois lados e um lindo bosque. A julgar pela inclinação das árvores, uma face é sempre mais ventosa que a outra (pense nisso antes de lutar por um espaço).

Zlatni Rat em um dia nublado: uma sacanagem do destino

Zlatni Rat em um dia nublado: uma sacanagem do destino

Ainda assim...

Ainda assim…

As árvores deixam bem claro que o vento sobra mais forte de um lado de Zlatni Rat

As árvores deixam bem claro que o vento sopra mais forte de um lado de Zlatni Rat

Em Dubrovnik…

Aqui eu deixo a palavra com a Natasa Brailo, do Dubrovnik em Português, que mora na cidade e trabalha com guia turística – além de ter um site com ótimas informações. Segundo ela, a melhor praia é Sveti Jakov. Clique aqui para ler o post. Eu também achei algumas prainhas agradáveis nos arredores da cidade, que servem como alternativas para driblar a multidão de Banje, que tem uma vista espetacular da cidade, mas fica cheia demaaaaais no verão.

Banje, a praia mais famosa de Dubrovnik, que fica intransitável no verão

Banje, a praia mais famosa de Dubrovnik, que fica intransitável no verão

Pedrinhas e água transparente, o espírito da coisa

Pedrinhas e água transparente, o espírito da coisa

Links interessantes para pesquisar sobre praias na Croácia:

As 10 mais bonitas segundo o Rough Guides

As 16 mais bonitas segundo o blog Chasing the Donkey

As apostas da Conde Nast Traveler

As escolhas do Travel Channel

 

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s