Achados Adriana Setti escolheu uma ilha no Mediterrâneo como porto seguro, simplificou sua vida para ficar mais “portátil” e está sempre pronta para passar vários meses viajando. Aqui, ela relata suas descobertas e roubadas

O melhor de Bali: um mito, uma lenda, um lugar chamado Ulu Watu

Por Adriana Setti Atualizado em 27 fev 2017, 16h05 - Publicado em 23 abr 2009, 09h04

Duas mãos quentes executando hábeis movimentos circulares sobre as costas do meu namorado valeram mais do mil palavras. Em dois segundo, ele já estava com os olhos fechados e um sorrisinho na metade dos lábios. “Ohhh, very good!” Com essa estratégia de marketing infalível – aperte antes e pergunte depois -, as simpáticas massagistas de Ulu Watu ganham o gado-gado (comida típica à base de amendoim) de cada dia.

“Vida boa passar o dia amassando essa surfistada”, penso eu entre dois goles de uma Bintang geladíssima, enquanto vejo, lá embaixo, dois garotos dourados disputando mais um tubo que flui sobre um ameaçador fundo de corais.

No extremo sul da ilha de Bali, Ulu Watu é uma lenda do surfe. O vilarejo começa no topo de um penhasco altíssimo de onde se pode ver perfeitamente a bancada de corais responsável por aquela ondulação tão perfeita e constante (de abril a outubro). Ao longo da escadinha que leva até o mar, alguns warungs (restaurantes de comida caseira) e providenciais lojinhas de conserto de pranchas se empilham. E no fim do caminho, toca-se a areia.

Mas ainda é preciso atravessar algumas cavernas de pedra para chegar ao pequenino trecho da praia propriamente dita, o único lugar onde é possível esticar a canga quando a maré está baixa.

Continua após a publicidade

Entre uma sessão e outra, a surfistada sobe correndo aquelas escadas, se escarrapacha sobre as camas de palha montadas em cada warung e se entrega novamente às mãos daquelas mulheres morenas de olhos amendoados, até que o corpo comece a pedir mais adrenalina.

Nesse sobe e desce, o dia vai passando até que o sol se põe no mar, embalado por vários goles de mais uma Bintang gelada.

O vídeo (pra quem tem paciência de assitir vídeo de surfe) dá uma boa idéia do que rola por lá…

 
Veja mais posts sobre Bali:

As lendárias praias do sul de Bali: qual é a sua? (parte 2) – 21/04/2009
As lendárias praias do sul de Bali: qual é a sua? (parte 1) – 17/04/2009
Bali alternativa: Pemuteran e Nusa Menjangan – 15/04/2009
O melhor de Bali: ode ao peixe fresco de Jimbaran – 14/04/2009
O melhor de Bali: os golfinhos de Lovina – 13/04/2009
Dirigir em Bali – 03/04/2009
O básico de Bali em 7 dias perfeitos – 01/04/2009
5 regras de ouro para se dar bem em Bali – 30/03/2009
Pousadas ridiculamente boas, bonitas e baratas em Bali – 11/04/2008
Teste: qual o melhor lugar de Bali para você? – 10/04/2008
Não morra sem mergulhar em Tulamben, Bali – 07/04/2008
Bali: a felicidade por 55 reais ao dia – 31/03/2008

Continua após a publicidade
Publicidade