Paraíso nas Ilhas Fiji por menos de US$ 100 por noite com pensão completa

Diz a lenda que ali foram gravadas algumas das cenas do clássico do mela-mela A Lagoa Azul, com a então diva Brooke Shields

xxxxxApesar do nome “resort”, o Blue Lagoon não é grande. Tanto é que nem dá pra ver os bangalôs direito por trás das árvores que “abraçam” a praia

xxxxxE andando cinco minutos na praia você chega a um pedacinho totalmente virgem…

xxxxxO que pode ser mais férias do que isso? (Eu amo essas pessoas que deitam com a cara na areia, sem toalha)

xxxxxBoiar de chapéu: isso é vida

xxxxxOutro ângulo da praia perfeita

xxxxx“A Lagoa Azul”, literalmente

O "túnel" até a praiaO “túnel” até a praia

As redes em lugares estratégicosAs redes em lugares estratégicos

A felicidade veste sarongue e camisa floral. E mais: a felicidade custa menos de US$ 100 por dia por pessoa, com três belíssimas refeições incluídas, de frente para a melhor praia das Ilhas Fiji. Diz a lenda que ali foram gravadas algumas das cenas do clássico do mela-mela A Lagoa Azul, com a então diva Brooke Shields (Google há de ajudar os leitores menos anciãos).

Nada bate o Blue Lagoon Beach em termos de relação custo/cambalhotas-de-alegria entre os 24 resorts que fazem parte da rota do catamarã da Awesome Adventures, o jeito mais fácil e em conta de mochilar pelo arquipélago. Isso porque, independentemente do tipo de acomodação escolhido (as opções vão de dormitório coletivo a villas dignas de lua de mel), você poderá contar com o mesmíssimo padrão em termos de alimentação, atividades e serviços. A coisa é nivelada por cima. Ou seja, quem fica no dormitório é tratado como hóspede de um bom hotel, e não o contrário.

O dormitório é o melhor que já vi. Nada de beliche. São apenas oito belas camas de madeira maciça espalhadas por cada quarto, com luz de cabeceira individual, quadros enfeitando as paredes e ar condicionado (algo raríssimo nos albergues das ilhas “mochileiras” Yasawas, que muitas vezes nem têm energia elétrica 24 horas). Além da roupa de cama e banho, os hóspedes ainda têm direito a uma toalha de praia, enorme e fofa. Essa maravilha toda custa inacreditáveis US$ 16 por dia, mais US$ 53 do pacote de alimentação. Ou seja, US$ 69 por dia.

Se a ideia é um romance – veja bem, você está na ilha da Lagoa Azul! –, vale a pena o upgrade para o Bula Lodge, o quarto onde me hospedei. Não tem ar condicionado, mas o ventilador dá conta, mesmo no auge do verão, Além do mais, as janelas são persianas espertas protegidas com tela, deixando entrar o vento. A cama é ótima, rola um terracinho, arranjo de flores frescas na cama, amenities de uma marca neozelandesa ótima e uma ultra simpática bolsa de praia de palha. O preço por pessoa é US$ 100 com as refeições incluídas.

Os quartos da ala Bula Lodge e os dois dormitórios compartilham o banheiro. Único ponto fraco: é misto. Alguém no mundo gosta de banheiro coletivo misto? Não. Mas esse tem cabines individuais para você tomar banho e se vestir, secador de cabelo e pia enfeitada com arranjos de flores. Daí a gente até releva. Ou não?

Para um upgrade, você pode optar por villas de seis tipos diferentes, com preços que começam em US$ 175 para o casal, mais US$ 53 do pacote de alimentação por pessoa. Ou seja, bastante mais em conta do que uma pousada do mesmo nível no Brasil…. nas Ilhas Fiji. “Mas a passagem não é uma fortuna?”. Sim, só que dá para parcelar em dez vezes.

xxxxxO dormitório coletivo mais na estica que já vi: apenas oito camas, ar condicionado, toalha de banho e até de praia!

xxxxxO banheiro era coletivo, mas tinha florzinha fresca para amenizar o sofrimento

xxxxxE também tinha cabines com chuveiro para você tomar banho e se trocar, secador de cabelo, vários espelhos…

xxxxxO meu quarto “Bula Lodge”. Não tem banheiro, mas é super confortável e cheio de pequenos mimos. Não tem ar condicionado como o dormitório, mas as persianas e o ventilador resolvem a questão.

Bolsa de praia entre as amenities do quarto econômicoBolsa de praia entre as amenities do quarto econômico: pequenas coisas que nos fazem felizes

xxxxxOs quartos Bula Lodges vistos de fora

xxxxxO jardim (ah… os jardins de Fiji) cheio de redes entre os quartos para mochileiros

xxxxxA respeitabilíssima piscina de frente para a praia

A internet funcionava razoavelmente e estava incluída na diária (duas coisas bem raras nessa região de Fiji).

Estar numa ilha remota dependendo de apenas uma fonte de alimentos é algo que me aflige. Não por temer pela minha sobrevivência, mas porque ser feliz à mesa é uma parte muito importante das férias, ao meu ver. Ufa! A comida aqui é levada muito a sério. O café da manhã tinha um bufê e também pratos quentes preparados na hora – omelete simplesmente perfeito. O almoço era sempre a la carte, com opções variadíssimas: curry, peixe em receitas leves, hambúrguer, saladas… No jantar, algumas noites eram especiais: banquete de frutos do mar, churrasco fijiano (o lovo, assado com pedras quentes) etc. Irretocável.

A programação incluía atividades bem simpáticas focadas na cultura fijiana. Uma senhora que ensinava a fazer bolsas de palha, contação de histórias, aula de cozinha, apresentações de música. Para quem quisesse se mexer, também rolavam caminhadas e passeios. Pagando à parte, dava para fazer curso de mergulho, mergulhar, alugar snorkel, SUP etc. Mas eu optei mesmo foi pela “inatividade”. Da espreguiçadeira para o mar cristalino e perfeito, e daí para o meu maravilhoso livro, com algumas pausas para uma imersão antropológica no universo das noivas chinesas que rodam o mundo para serem fotografadas em cenários idílicos. Sim, isso também está incluído na diária do Blue Lagoon.

xxxxxO mago dos omeletes

xxxxxIdeias simpáticas: o coral de um vilarejo local se apresentando para os hóspedes

xxxxxO restaurante pé na areia e todo incrementadinho

xxxxxFim de tarde glorioso

xxxxxAgora puxando pro salmão

xxxxxSim, é redundante dizer, em Fiji, que o staff era absurdamente doce. Mas era. Digo e repito: os fijianos não sorriem o tempo todo, eles gargalham.

xxxxxNoiva chinesa em turnê mundial de fotos bizarras de casamento (gente, a temperatura rondava os 38 graus nesse momento!)

Siga @drisetti no Twitter e no Instagram

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.