Achados Adriana Setti escolheu uma ilha no Mediterrâneo como porto seguro, simplificou sua vida para ficar mais “portátil” e está sempre pronta para passar vários meses viajando. Aqui, ela relata suas descobertas e roubadas

Bate e volta de Vilnius a Trakai: conto de fadas lituano

Por Adriana Setti Atualizado em 27 fev 2017, 15h51 - Publicado em 19 jul 2011, 12h46

A entrada do castelo de Trakai: o bate e volta número um de Vilnius

Foto aérea da formosura (divulgação)

Florzinhas, menininhas louras de trança, senhoras rechonchudas de bochechas rosadas, a limpeza absoluta, o verde onipresente, o clima de tranqüilidade. Muitas vezes a Lituânia parece cenário de propaganda de margarina. Mais ainda em Trakai, uma cidadezinha-inha-inha a 30 quilômetros de Vilnius onde a maior atração é um castelo  (dá-lhe, clichê! Que aqui não tem jeito)… de contos de fadas.

Não parece de verdade. E, de certa forma, não é mesmo. Os alicerces do castelo datam do século 15. Mas pouco restou da estrutura original, que foi reconstruída ao longo do século passado e ficou pronta nos anos 1960. O interior abriga  algumas peças encontradas em escavações arqueológicas, réplicas de armaduras medievais e outras coisas. Mas o que interessa mesmo é a beleza do lugar e seus arredores.

Florzinhas, pedalinhos, castelinho… propaganda de margarina

Um dia de verão em Trakai: a vida é bela

Trakai em um dia de verão é algo de uma fofura inenarrável. Gente fazendo piquenique e andando de pedalinho; senhoras vendendo empanadas deliciosas aos turistas, outros vendendo peças inteiras de arenque em caixas de madeira, como se fossem joias. A cena mais cuti-cuti eu não tive coragem de fotografar: um menino loirinho, de uns 10 anos, sentado na grama expondo e vendendo as suas “pinturas” infantis, numa demonstração única do espírito empreendedor lituano.

Continua após a publicidade

Piquenique à beira do lago

Veleiros enfileirados em frente ao castelo

O pessoal em busca da melanina perdida

Meninas molham os pezinhos no lago

Rema, vovô!

Invasão viking

Toda e qualquer agência de turismo ou hotel e Vilnius pode organizar o passeio. E se você for de carro, a estrada é ótima, além de verdinha, cercada de florzinhas, vaquinhas, casinhas, fazendinhas…

Siga @drisetti no Twitter

Continua após a publicidade

Publicidade