Bares, restaurantes, baladas, esquisitices: meus achados em Vilnius, na Lituânia

No post anterior, prometi escrever sobre a incrível república independente de Uzupis (ou Uzupio). Mas a espertíssima lista de “Assuntos Relacionados” que você vê ali embaixo me refrescou a memória. Opa! Eu já escrevi sobre Uzupis! Então prefiro colar o link AQUI pra facilitar a sua vida, e mudar um pouco de assunto, falando sobre os meus achados em Vilnius.

 

O excêntrico dono do Snekutis

O excêntrico dono do Snekutis

Snekutis, o bar mais excêntrico de Uzupis

O Tores, restaurante incrível que descrevi no post antigo sobre Uzupis, mudou para um endereço fora do centro (não deu tempo de conferir dessa vez). Mas acabei fazendo uma outra descoberta incrível  dentro da “república independente”. O bar do cidadão da foto acima – que, sim, anda com esse chapéu e esse bigode pela vida – é uma micro casinha de madeira “decorada” com uma quantidade insondável de quinquilharias, de serrote a lampiões. Mas no verão a delícia são as mesas no “jardim”. Entre aspas porque o conjunto da obra é como uma cabana abandonada no meio de um bosque, prestes a desmoronar. Certamente não é parecido com nada que você imagina que possa ser remotamente considerado um bar cool – só que sim. Baratíssimo, íssimo, íssimo, é ideal para provar pratos típicos lituanos (as salsichas fazem sucesso) e cervejas artesanais respeitadíssimas na cidade. O Snekutis tem outras duas unidades em Vilnius, mas o original, de Uzupis, é muuuuito mais legal.

 

O jeito Snekutis de ser

O jeito Snekutis de ser

Salsichas do Snekutis

Salsichas do Snekutis

O terracinho do Snekutis

O terracinho do Snekutis

Uma das dezenas de noivas carregadas pela ponte do amor num sábado de verão (nunca vi tanta noiva numa cidade só, aliás)

Uma das dezenas de noivas carregadas pela ponte do amor num sábado de verão (nunca vi tanta noiva numa cidade só, aliás)

Pé no rio em plena capital

Pé no rio em plena capital

A sereia na beira do rio... não é demais?

A sereia na beira do rio… não é demais?

Uzupio Kaviné, meu bar favorito

Passei horas nesse bar. Ia, voltava, ia, voltava. Poucas coisas são mais gostosas do que ficar nesse terracinho de madeira em cima do rio, vendo as pessoas passarem de caiaque, espiando as noivas sendo carregadas no colo na “ponte do amor” ali ao lado. O serviço é amável, a saladinha de arenque é divina e os habitués são jovens e belos. Acho que eu poderia ficar ali pra sempre. Serve café da manhã, almoço, jantar, beliscos, cervejas…

 

 

A caverninha linda do Bambaline

A caverninha linda do Bambalyné

Bambalyné, o melhor bar/loja de cervejas artesanais

Cerveja artesanal de novo, Adriana Setti? Oh, yeah. Se você não curte uma espumosa, sua vida será um pouco complicada na Lituânia, um país movido a malte e lúpulo. Este bar escondidíssimo fica no subterrâneo de uma pequena galeria no número 7 da rua cool Stikliu. Vende mais de 50 tipos de cervejas lituanas e queijos e frios para acompanhar. Além do mais, o lugar é lindo, com pinta de adega milenar.

 

Com vocês, kugelis: todo o carbo que como anualmente reunido num prato só

Com vocês, kugelis: todo o carbo que como anualmente reunido num prato só

Leiciai, o restaurante mais gostoso de comida típica

Tem um terracinho esperto no verão e serve as cervejas do Bambalyné, que fica do outro lado da rua. Tudo o que comi por lá estava uma delícia: a sopa de cogumelos, o kugelis (uma espécie de torta de batatas), o blinas (outra espécie de torna de batatas)…

 

Retrô a la Leste Europeu

Retrô a la Leste Europeu

As melhores compras

Me apaixonei perdidamente pelas bijuterias da Aukso Avis, que fica no número 38 da Pilies, a rua mais movimentada do centro histórico. Ali pertinho, também achei incrível o brechó de quinquilharias soviéticas (retrô à moda Leste Europeu) da foto acima. Em Uzupis, pirei com as roupas da Studija, que vende peças feitas por jovens designers lituanos.

 

Os “baras” mais badalados

Bar em lituano é “baras”. Cerveja é “alus”. Pronto, meio caminho andado. Os belos e belas de Vilnius têm frequentado o Portobello, um pub inspirado na Inglaterra. Gostei, até. Mas acho que prefiro o clima mais relax do 7 Frydays, que fica num antigo mosteiro. Quando não podia mais comer dill e precisei sucumbir a um hambúrguer, fui ao super bar da moda Meat Lovers. A-do-rei.

 

O jeitão de Uzupis num dia azul

O jeitão de Uzupis num dia azul

O beco mais estiloso do mundo, em Uzupis

O beco mais estiloso do mundo, em Uzupis

Balões colorem o céu no fim da tarde

Balões colorem o céu no fim da tarde

Fim de tarde em Uzuipis

Fim de tarde em Uzuipis

Siga @drisetti no Twitter

 

 

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s