Achados Adriana Setti escolheu uma ilha no Mediterrâneo como porto seguro, simplificou sua vida para ficar mais “portátil” e está sempre pronta para passar vários meses viajando. Aqui, ela relata suas descobertas e roubadas

As melhores festas de Ano Novo em Barcelona

Festas em clubs, baladas alternativas, festivais e outras opções para a virada do ano

Por Adriana Setti Atualizado em 11 dez 2018, 19h39 - Publicado em 11 dez 2018, 17h36

Macumba, gente de branco, pessoas eufóricas, baladas de um milhão de dólares, sete ondas, catarse. Não vai ter nada disso por aqui. Mas, ajustando as expectativas, a virada do ano em Barcelona pode até dar um caldo.

Se você notou certo desânimo no parágrafo anterior, é porque sou honesta quando falo deste assunto, que é questão de vida ou morte para brasileiros em geral. A verdade é que não há Réveillon no mundo igual ao nosso. Por isso, a melhor dica que dou a qualquer pessoa que queira aproveitar a data no exterior é: curta muito a sua viagem sem apostar tantas fichas na virada. Para saber mais sobre como é o esquema por aqui, leia com atenção os dois posts abaixo:

  • Ainda que o Réveillon por aqui não seja tão espetacular, mágico e histérico como no Brasil, isso não significa que você não possa cair em uma balada forte. Para garantir a ressaca do dia 1, aqui vão as festas mais promissoras de 2018/2019 (selecionadas em um lista de trocentas):

    Biocap Festival

    Doze horas de música para até 12 mil pessoas (começa às 19h!), na Fira Barcelona – o mesmo centro de convenções frio e sem gingado onde acontece a versão diurna no Sónar. A grande atração é a musa espanhola do hip hop Mala Rodríguez (me gusta!). Também vai ter diversão garantida com a Balkan Paradise Orchestra, de música balcânica, além de alguns DJs genéricos, bandas locais e de outras partes da Europa. A entrada custa €49 e mais €30 se você quiser jantar (bufê all you can eat). É o primeiro ano deste festival , mas meu feeling diz que o público promete ser bem xóvem (menos de 23). Tem até entradas com preço especial para menores de idade.

    Poble Espanyol

    É uma balada que já rola há 30 anos e que tem seu público cativo (um pouco menos xóvem que da festa acima, pero no mucho). Para quem não conhece, o Poble Espanyol é uma espécie de parque temático bacaninha que reproduz a arquitetura de várias partes da Espanha. A festa rola em tendas montadas em uma grande praça até 7 da manhã, com música dos anos 70, 80, 90 e pop atual. A entrada custa desde €40 antecipada e vale estar lá na hora da virada.

    Continua após a publicidade

    Razzmatazz

    Uma das casas noturnas mais emblemáticas da cidade abre suas cinco salas ao mesmo tempo com ritmos ecléticos e lema: “Groove is the New Year’s Razz Eve”. O público costuma ser na base do “tem de tudo” e o nível de doideira promete ser alto. Chegue tarde, não antes das duas da manhã. A entrada custa €40 e varia conforme a hora de chegada.

    Sutton

    Se autodefine como “discoteca exclusiva”. Para o público arrumadinho que gosta de soltar foguinho na champa – o réveillon aqui é patrocinado pela Moët & Chandon. Jogadores de futebol e modeletes podem pintar na área. Chegue lá pelas duas. A entrada custa €50.

    La Cúpula

    A festa, promissora, rola no Esféric, um espaço esférico (como o nome sugere) com vista 360 graus da cidade, em cima do morro do Montjuic. Analisando as fotos do ano passado, classificaria o público como gente cheirosa na fase dos 25-35. Desde €50.

    L’Antic Teatre

    No centrão de Barcelona, o “antigo teatro” é um espaço alternativex raiz, com uma deliciosa área ao ar livre. Se eu estivesse em Barcelona este Réveillon, provavelmente estaria nesta festa, que vai ter música eletrônica a partir da 0h30 e precinho camarada (€25).

    Busque hospedagens em Barcelona

    Continua após a publicidade
    Publicidade