Achados Adriana Setti escolheu uma ilha no Mediterrâneo como porto seguro, simplificou sua vida para ficar mais “portátil” e está sempre pronta para passar vários meses viajando. Aqui, ela relata suas descobertas e roubadas

Achados no País Basco: os tais pintxos de San Sebastián

Por Adriana Setti Atualizado em 27 fev 2017, 15h55 - Publicado em 8 set 2010, 12h27

Pintxos sobre o balcão: em geral, são os mais simples

San Sebastián é um daqueles gloriosos lugares do mundo onde comer mal é uma façanha: encontrar um prato feito nas coxas é uma tarefa que exige empenho, principalmente se estivermos falando dos pintxos, a famosíssima alta cozinha em miniatura que é a marca registrada do País Basco.

Close na tarteleta de txangurro (caranguejo típico da região) com camarão, onipresente nos bares do centro

“Ir de pintxos” é todo um ritual. Pede-se uma bebida (a oficial é o txacoli, um vinho levemente espumante) e um pratinho. Daí você mesmo se serve do balcão e mostra ao garçom, que conta os quitutes sem muito rigor científico. Os bares também têm uma carta de pintxos quentes e preparados na hora: e é aí que estão os melhores.

Foie gras fresco na chapa com maçã caramelizada: esse vem direto da cozinha

Enquanto os do balcão tendem ser mais grosseiros, os que saem direto da cozinha são as especialidades da casa – aqueles que participam dos famosos concursos organizados na cidade e em todo o País Basco.

Garçom serve o txacoli e faz cara de mau ao ver que está sendo fotografado

A maioria dos bares se concentram no centro antigo, onde a boa é provar um quitute em cada um até cansar. De antemão, um aviso: satisfazer apetites vorazes pode sair caro, já que os pintxos mais elaborados custam entre € 2 e € 4, sendo que qualquer pessoa minimamente gulosa traça 8 ou 10 fácil, fora a bebida.

Pintxo de pepinillo, bonito e vinagrete

Trouxinha crocante de queijo brie com alho poró do Rojo & Negro: campeã

Já fui a San Sebastián em várias ocasiões e cada vez saio de lá com um bar favorito. Dessa vez, o eleito foi o Rojo & Negro, que fica no centro (na parte mais moderna), afastado da área mais turística. Anote aí: Calle San Marcial, 52, 94/343-1862.

Continua após a publicidade

Seleção de brochetas com gírgolas (um cogumelo maravilhoso) e frutos do mar

Detalhe que não entendo: é praxe jogar todos os guardanapos (e alguns palitinhos de pintxos surrupiados quando o garçom deu as costas) no chão. Por motivos que a razão desconhece, os bares se recusam terminantemente a ter um lixo.

Jogar o lixo no chão é fundamental


Clique aqui para saber sobre a gastronomia de San Sebastián

Mais País Basco aqui no blog:

Tradições bizarras: Campeonato de levantamento de pedras

Clique aqui para ver as informações práticas sobre San Sebastián: quando ir, onde ficar, a questão do ETA, etc.


Siga este blog no Twitter: @drisetti

Continua após a publicidade

Publicidade