Tower of London

Quando Guilherme, O Conquistador, duque da Normandia, cruzou o Canal da Mancha e tomou a coroa inglesa em 1066, ele mudou o curso da história britânica. Durante seu reinado, promoveu a construção de uma série de fortificações, sendo que a White Tower, às margens do Tâmisa, se tornou a mais emblemática delas. Com seus quase mil anos de existência, aquela torre original foi paulatinamente sendo ampliada, assim como as lendas e histórias que a cercam. O assassinato dos jovens príncipes Edward e Richard, a decapitação de Ana Bolena e os inúmeros fantasmas que dizem rondar seus corredores fazem a alegria dos turistas que ouvem as anedotas dos Yeoman Warders, os coloridos guardas cerimoniais e guias oficiais da torre. A Tower of London também abriga as joias da monarquia inglesa, incluindo uma série de coroas, cetros e outras insígnias reais.

Publicidade