Pontocho

Kyoto e Ouro Preto são dois patrimônios da humanidade com um grande acervo de edificações históricas, mas enquanto a cidade mineira é pequena e pitoresca, Kyoto é uma metrópole frenética. A estreita ruela Pontocho, perto do centro, é um dos poucos lugares onde é possível encontrar um pouco da atmosfera histórica que faz a fama da cidade. São cerca de 500 metros que correm paralelos ao rio Kamogawa, entre as proximidades da avenida Sanjo até a Shijo-dori, perto de Gion, repletos de restaurantes, bares e casas de chá onde caras gueixas animam festas fechadas. Algumas dessas casas abrem durante o dia, mas a melhor hora para conhecer Pontocho é à noite, quando a movimentação de pessoas cresce e as lanternas dos estabelecimentos oferecem um ar nostálgico.

Em qualquer lugar do mundo um beco escuro e quase sem saídas seria um lugar a ser evitado por motivos óbvios, mas aqui é o Japão e Potoncho é uma boa oportunidade para curtir a boemia de Kyoto.

Publicidade