Parque Nacional Iguazú (Argentina)

A maior parte das 275 quedas que compõem a paisagem das Cataratas está do lado argentino. Do alto de suas passarelas, sobretudo do chamado Circuito Superior, o público passa a fazer parte do espetáculo, caminhando sobre cachoeiras gigantes. A passarela do Circuito Inferior, que beira o Rio Iguaçu, é ponto de partida para alguns passeios (Aventura Náutica, Ilha San Martín). O transporte interno é feito em trens ecológicos, que partem do Centro de Visitantes (Estação Central) em direção às estações Cataratas (começo dos Circuitos Superior e Inferior, praça de alimentação) e Garganta do Diabo (saída para o Passeio Ecológico e passarela de 1 km que leva ao mirante com a mais impressionante vista do parque) – tudo aqui também pode ser feito a pé a partir do Centro de Visitantes, ao contrário do parque brasileiro.

Por que é 5 estrelas?
Além da excelente vista do alto das Cataratas, oferece ótima variedade de passeios.

Preste atenção
A fauna local vai além dos quatis, tão comuns no parque brasileiro. No Passeio Ecológico, um guia mostra tartarugas e jacarés na beira do Rio Iguaçu.

A melhor foto
Do Circuito Inferior, na parte mais próxima às Cataratas, e do final da passarela que começa na Estação Garganta do Diabo.

Tempo de visita
Um dia, para ver as quedas e fazer os passeios.

Quando ir
O ano todo. No inverno, os respingos gelados das quedas podem ser inconvenientes.

Serviço: Ruta 12, km 5, 23 km, (54-3757) 491-469; 8h/18h; 115 pesos (para turistas do Mercosul), ingresso para o segundo dia consecutivo tem 50% de desconto; estacionamento, 40 pesos.

Publicidade