Musées Royaux des Beaux Arts

O Museu Real de Belas-Artes, na verdades, são quatro museus interconectados. Como um dos principais museus de um país que produziu artistas como Rubens e Magritte, o Musées Royaux des Beaux Arts — ou Koninklijke Musea voor Schone Kunsten, em flamengo — abriga 20 mil obras feitas desde o século 15 até hoje. Os principais destaques são as obras dos flamengos Hans Memling, Rogier Van der Weyden e Dirk Bouts,  as salas dedicadas a Rubens e Hieronymus Bosch, e uma grande coleção de artistas surrealistas do século 20, com Rene Magritte como principal representante. Adultos €5 e crianças €3,50.

Publicidade