Abadia de Westminster

Avaliação do Guia Quatro Rodas starsstarsstarsstarsstarsVale a viagem

Endereço: 20 Deans Yard - Traçar rota

Telefone: (44) (20) 7222 5152

Site: http://www.westminster-abbey.org

Horário de funcionamento

De segunda a sexta-feira, das 9h30 às 16h30h; às quartas-feiras, das 9h30 às 17h; aos sábados, abre das 9h30 às 14h30; fechado aos domingos; visitas noturnas especiais das 18h30 às 21h.

Formas de pagamento

Adultos £16; estudantes maiores de 18 anos e maiores de 60 anos £13; estudantes entre 11 e 18 anos £6

Palco de coroações e de casamentos concorridos, a Abadia de Westminster é um dos mais importantes templos da igreja em Londres. Com mais de 700 anos de história, o edifício é um pequeno passeio pela história da Inglaterra e do Reino Unido. Reis, rainhas, poetas e cientistas estão sepultados aqui, além de contar também com memoriais ligados a outros nomes importantes.

A mistura de estilos arquitetônicos, que vão do normando ao gótico, servem de abrigo às inúmeras sepulturas. Ao longo da nave estão as tumbas de Isaac Newton, Charles Darwin, David Livingstone e Charles Barry. Dentre os monarcas, estão Elizabeth I, mas não seu pai, o irriquieto Henrique VIII. No concorrido Poet’s Corner (transepto sul) estão os restos mortais de Charles Dickens, Laurence Olivier e Tennyson.

Dos memoriais, alguns dos mais destacados são os reservados a Lorde Baden-Powell, fundador do escotismo, Lord Byron, William Shakespeare e Winston Churchill, todos enterrados em outros lugares. Contundo, o mais contundente de todos é o do Soldado Desconhecido, ao chão, logo na entrada da Abadia. Ele é o único onde não é permitido pisar. Juntamente com o memorial sob o Arco de Triunfo de Paris, ele homenageia um soldado tombado durante a I Grande Guerra cuja identidade não foi possível recuperar. Quando a rainha-mãe Elizabeth se casou com o rei George VI em 1923, na Abadia de Westminster, ela aqui depositou seu buquê de flores, em um gesto não só para lembrar tantos jovens mortos como seu próprio irmão Fergus Bowes-Lyon, abatido na batalha de Loos, em 1915.

Outros destaques da Abadia são seu claustro, as várias capelas laterais e a bela Chapter House. A grande sala octagonal servia de ponto de encontro para os monges, que aqui se encontravam para fazer orações, ler as regras da ordem beneditina e discutir os trabalhos do dia. Em seu vestíbulo encontra-se o que se crê ser a porta mais antiga da Inglaterra, datada de cerca de 1050.

 

Informações

local_parking
Estacionamento Sem estacionamento
Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.