VT Responde: Yosemite, Vale do Loire e Egito

Como aproveitar um só dia no Parque Nacional de Yosemite, na Califórnia. Um roteiro por castelos no Vale do Loire, na França. Dicas de segurança para quem vai ao Egito

Terei apenas um dia para visitar o Yosemite, na Califórnia, em setembro, e sei que o parque é imenso. Como aproveitar melhor esse tempo?

Aline Morata, São Paulo, SP

Yosemite (yosemitepark.com) ocupa uma área equivalente a mil vezes o tamanho do Central Park, e sua cadeia de montanhas é a meca dos escaladores. Com apenas um dia, melhor fazer como 90% dos visitantes: dedicar seu tempo ao Yosemite Valley, que, apesar de representar 5% da área do parque, é espetacular. Para ter uma ideia geral, vale deixar o carro de lado e embarcar em um tour como o Valley Floor (reservas no 1-209/372-4386; US$ 25 por pessoa), que é feito em jardineiras abertas. O passeio dura duas horas, e você avista pontos muito famosos, como os maciços graníticos Half Dome e El Capitan, as cachoeiras Yosemite e Bridalveil. Um lugar bacana para ver o Valley de cima é o Glacier Point. De carro desde o centro de visitantes até o topo leva cerca de uma hora. Aproveite também para fazer uma refeição no luxuoso Ahwahnee Hotel, construído com pedra e madeira. O restaurante tem janelões de quase 10 metros de altura e uma vista linda. Na opinião do paulistano Gustavo Ogando, que mora em San Diego e esteve em Yosemite diversas vezes, você está indo na melhor época. “De setembro a novembro, o outono, são meses muito bons, pois tanto o calor escaldante quanto as multidões em trilhas e passeios foram embora. E as folha de maple ganham aquele tom amarelado.”

Meu namorado e eu teremos seis dias para visitar o Vale do Loire no início de outubro. Gostaríamos de conhecer os castelos e outros atrativos. Vocês nos ajudam?

— Luciana Cabral, Ribeirão Preto, SP

Consultamos dois experts para ajudar você, Luciana. O francês David Remmers, que negocia vinhos da região do Vale do Loire para importadoras brasileiras, recomenda a visita a seis castelos, entre os mais de 300 da região. “O Plessis-Bourré (plessis-bourre.com) parece flutuar sobre o vasto fosso de água que o cerca; sensação parecida causa o Azay-le-Rideau (azay-le-rideau.monuments-nationaux.fr), construído sobre uma pequena ilha. Chenonceau (chenonceau.com), erguido sobre pilotis e com jardins impecáveis, é tido como o mais bonito do vale; Blois (chateaudeblois.fr) foi residência oficial de Luís 12, rei da França; Chambord (chambord.org) é o maior do Loire; e no Sully-sur-Loire você encontra à venda bons vinhos produzidos nas redondezas. Nessa ordem, o roteiro tem aproximadamente 400 quilômetros.” No campo gastronômico, a chef Carolina Alencar, que estuda gastronomia em Lyon há quatro anos, recomenda muito os queijos crottin de Chavignol e Valençay, feitos de leite de cabra. “Prove também o salmão, as ostras, os aspargos e os mexilhões ao vinho branco. um bom endereço é o L’Odeon (restaurant-lodeon.com), próximo a Azay-le-Rideau, onde o menu custa € 33.”

Castelo de Chambord, no Vale do Loire, França

O hiper-romântico Castelo de Chambord, no Vale do Loire – Foto: Diomedia/Hemis

Quero conhecer o Egito e fazer um cruzeiro que vá até os templos de Abu Simbel. Gostaria de dicas de pacotes e saber como está a segurança no país.

— Julia Sugai, São Paulo, SP

Em fevereiro de 2011, quando o ditador Hosni Mubarak renunciou após ondas de protestos, o cenário era tenso. Hoje, com a eleição de Mohamed Mursi, o clima ainda é de incerteza, mas não há razão para adiar a viagem. Segundo o diretor-geral da Câmara Árabe no Brasil, Michel Alaby, “em setembro e outubro é uma boa época, pois o Ramadã já terminou e os serviços no país voltaram ao normal”. Mas, caso você tope com algum protesto, como os que acontecem na Praça Tahir, no Cairo, afaste-se. A diplomacia dos Estados Unidos desaconselha incursões na região norte do Monte Sinai, próximo à fronteira com Israel. A Raidho (raidho.com.br) tem pacote de dez noites no país e leva a Abu Simbel a bordo de um cruzeiro, desde US$ 2 922. A partir de US$ 3 829 e com igual duração, a Designer (designertours.com.br) também leva para Abu Simbel e faz um cruzeiro de quatro noites de Luxor a Answan.

→ Para participar, envie sua dúvida para vt.responde@abril.com.br. As perguntas selecionadas serão respondidas apenas nesta seção

Leia mais:

Check-in ##– Veja outras reportagens da edição de setembro da VT

O melhor da França ##– Galeria especial com fotos de Paris, Vale do Loire, Provence…

14 ‘Cidades perdidas’ no mundo ##– Galeria de fotos do viajeaqui

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s