Maceió, frente e verso – Onde é melhor

Maceió e arredores: os melhores restaurantes, passeios, compras e hospedagens

FICAR

Maceió

A poucos passos do mar, o Ritz Lagoa da Anta (Avenida Brig. Eduardo Gomes, 546, Praia de Cruz das Almas, 2121-4000, www.ritzlagoadaanta.com.br; diárias desde R$ 400; Cc: A, D, M, V; Cd: todos) tem acomodações espaçosas e confortáveis. Uma delas, a Bali, impressiona: possui 90 metros quadrados, cama com dossel, adega e TV de LCD de 32 polegadas. Inaugurado há pouco tempo, o hotel Radisson (Avenida Dr. Antônio Gouveia, 925, Praia de Pajuçara, 3202-4900, www.radisson.com.br; diárias desde R$ 290; Cc: A, D, M, V; Cd: todos) guarda o melhor na cobertura: duas ótimas piscinas e uma moderna sala de ginástica. Nos quartos há cortesias: quitutes regionais como cocada, rapadura e sequilhos. Já a vista para o mar é privilégio dos hóspedes do Maceió Atlantic Suítes (Avenida Álvaro Otacílio, 4065, Praia de Jatiúca, 2121-5656, www.maceioatlantic.com.br; diárias desde R$ 332; Cc: A, D, M, V; Cd: todos), onde todos os apartamentos têm varanda voltada para essa direção. Quem não deixa de malhar nem nas férias pode aproveitar a área de lazer do Jatiúca Resort (Rua Dr. Mário Nunes Vieira, 220, Mangabeiras, 2122-2000, www.hoteljatiuca.com.br; diárias desde R$ 390; Cc: A, D, M, V; Cd: todos), que é a mais diversificada da cidade, com duas piscinas, quadra de tênis, academia de ginástica e sala de massagem. O Salinas de Maceió Beach Resort (AL-101 Norte, km 20, Praia de Ipioca, 3235-7500, www.salinas.com.br; diárias desde R$ 381; Cc: A, D, M, V; Cd: todos) agrada as famílias. Alguns quartos, com dois ambientes e dois banheiros, acomodam até cinco pessoas. Já o Ritz Coralli (Rua Eng. Mário de Gusmão, 126, Ponta Verde, 3177-6400, www.ritzcoralli.com.br; diárias desde R$ 240; Cc: A, D, M, V; Cd: todos), ao contrário, é compacto e costuma hospedar quem vai à cidade a trabalho. Os quartos são modernos e equipados com TV de LCD e ar-condicionado. As novidades ficam por conta do San Marino Suíte (Rua Dr. Noel Nutels, 437, Ponta Verde, 2121-9000, www.sanmarinosuite.com.br; diárias desde R$ 350; Cc: A, D, M, V; Cd: todos), que agora possui sauna, academia de ginástica e uma piscina com jacuzzi. A Pousada Casa Caiada (AL-101, km 10, Praia de Pratagi, 3375-1124, www.casacaiadapousada.com.br; diárias desde R$ 448; Cc: D, M, V; Cd: todos) é uma das mais charmosas da região. Ali, todos os quartos têm travesseiros de pluma de ganso e lençóis de algodão egípcio. Mais perto da praia, a Aquarela do Brasil (Rua Des. Almeida Guimarães, 367, Praia de Pajuçara, 3231-0113, www.pousadaaquareladobrasil.com.br; diárias desde R$ 149; Cc: D, M, V; Cd: todos) é a única pousadinha no centro da cidade. Os melhores quartos estão no térreo e têm varanda com rede.

Barra de Santo Antônio

A 46 km de Maceió, a Pousada Arco-Íris (Rua 10, no 6, Tabuba, 3291-1250, www.tabuba.tk; diárias desde R$ 150; Cc: A, V; Cd: V) fica em um dos destinos preferidos dos turistas. Os quartos do andar superior, maiores, têm varanda com vista para o mar.

Barra de São Miguel

Inaugurado recentemente, o Kenoa Exclusive Beach Spa & Resort (Rua Escritor Jorge de Lima, 58, Barramar, 3272-1285, www.kenoaresort.com; diárias desde R$ 1 500; Cc: A, D, M, V; Cd: todos) ganhou o prêmio de Novidade do Ano do GUIA BRASIL 2011. Não é para menos. Todos os quartos têm ótimo enxoval e são superequipados. Na melhor unidade, o teto do banheiro é envidraçado e dá para apreciar a praia de um mirante privativo. Na área de lazer, a piscina tem borda infinita e é revestida de pedras de Bali que refletem a cor do céu. A vista também pode ser admirada do Hotel Gungaporanga (AL-220, km 3, 3177-4301, www.gungaporanga.com.br; diárias desde R$ 480; Cc: D, M, V; Cd: todos). Os quartos são equipados com cama king-size, TV de LCD e deque com rede. Na Pousada Barra Bonita (Rua Mons. Hidelbrando Guimarães, 39, centro, 3272-1385, www.pousadabarrabonita.com.br; diárias desde R$ 250; Cc: D, M, V; Cd: todos), as acomodações surpreendem: têm cama box e travesseiros de pluma de ganso. A 50 metros da praia, a Brisamar Pousada (Rua Margarida Oiticica Lima, 38, Barramar, 3272-2030, www.brisamarpousada.com.br; diárias desde R$ 200; Cc: D, M; Cd: M) destaca-se pelo serviço atencioso da proprietária Maria do Socorro. Alguns quartos são novos e todos têm varanda com vista para o mar.

COMER

Maceió

Em Maceió não faltam bons restaurantes e dois deles ainda são estrelados pelo GUIA BRASIL 2011: o Divina Gula (Rua Eng. Paulo Brandão Nogueira, 85, Stella Maris, 3235-1016; Cc: A, D, M, V; Cd: todos), que mistura as culinárias mineira e nordestina em saborosos pratos, como o mexidão arrumado (feijão-tropeiro, couve, ovo, arroz, lombo e carne de sol), e o Wanchako (Rua São Francisco de Assis, 93, Jatiúca, 3377-6024; Cc: A, D, M, V; Cd: todos), peruano pioneiro no Nordeste com diversas opções de ceviche no cardápio. Mas a novidade do corredor gastronômico é o italiano Maria Antonieta (Avenida Dr. Antônio Gomes de Barros, 150, Jatiúca, 3202-8828; Cc: A, D, M, V; Cd: todos). As massas como o ravióli de abóbora são feitas na casa. Perto dali, o Grato (Avenida Pio XII, 523, Jatiúca, 3377-3388; Cc: A, V; Cd: V) serve um dos melhores cortes bovinos nobres da raça angus. Na Rodovia Al-101 Norte, o restaurante Lua Cheia (km 14, Garça Torta, 3355-1186; Cc: V; Cd: V) tem um cardápio enxuto mas delicioso. Para começar, uma imperdível porção de camarões grelhados com alho. Um quilômetro adiante, em um galpão aberto, o Do Zezé (km 15, Riacho Doce, 9323-2283; Cc: D, M, V; Cd: todos) tem clima de bar. O carro-chefe da casa é a carne de sol assada na brasa. Para chegar à barraca de praia mais cultuada de Maceió, basta seguir até o km 20 da rodovia. A Hibiscus (acesso pelo residencial Angra de Ipioca, 9157-2769; 2ª e 4ª/dom 10h/17h; Cc: D, V; Cd: todos) tem um ambiente transado, recheado de redes e espreguiçadeiras. Para uma refeição com vista para o mar, escolha o Oca (Rua da Igreja, 70, Ipioca, 3234-1196; Cc: V; Cd: V). A tapioca de aratu ao molho de laranja é para ser apreciada no magnífico terraço da casa. Mais descontraído, o Zé Pereira (Rua Pres. Agostinho da Silva Neves, 3, Santo Eduardo, 3357-6140; Cc: D, M, V; Cd: todos) é um misto de restaurante e boteco, com mesas de madeira na calçada. A casa serve petiscos como os caldinhos de pitu e feijão. Quer ver e ser visto? O Le Corbu (Rua Desportista Humberto Guimarães, 877, Ponta Verde, 3327-4326, Cc: A, D, M, V; Cd: todos) é o lugar. Entre os pratos com sotaque francês está o camarão crevett au gruyère, servido com molho de queijo suíço e risoto de espinafre. Com ares de restaurante japonês moderno, o Takê (Avenida Silvio Carlos Lunna Viana, 1731, Ponta Verde, 3337-0253; Cc: A, D, M, V; Cd: todos) é uma opção para variar o menu nordestino. Há combinados de sushi e sashimi, shimeji e salada de polvo. Deixe para tomar o cafezinho no Nakaffa (no 1735-A, 3235-6459; Cc: V; Cd: V), bem pertinho dali. A casa prepara ótimos expressos com grãos da marca Suplicy, de São Paulo. Ainda no mesmo endereço, mas com os pés na areia, duas barracas são o destaque da orla. Disputada ao pôr do sol, a Kanoa (3327-7513; 11h/0h; Cc: D, M, V; Cd: todos) serve um cardápio variado, com foco nos pescados. Ao contrário, a Lopana (3231-7484; 3ª/dom 10h/0h; Cc: D, M, V; Cd: todos) mais parece um restaurante à beira-mar: tem petiscos elaborados, como a linguiça picante de búfala, guarda-sóis de madeira e lounge. Para variar no café da manhã, nos fundos do supermercado Palato (Rua Dep. José Lages, 700, Ponta Verde, 2121-7575) há um mix de cafeteria e restaurante, com fartas opções matinais. Na mesma rua, o Massagueirinha (no 1105, Ponta Verde, 3327-1027; Cc: A, D, M, V; Cd: todos) é simples, com mesas de plástico na calçada, e serve imperdíveis patas de caranguejo ao vinagrete. Para um jantar romântico, o salão do Le Sururu Bistrot (Avenida Brig. Eduardo Gomes, 546, Praia de Cruz das Almas, 2121-4000; Cc: D, M, V; Cd: todos) tem o clima ideal, com pouquíssimas mesas e luz baixinha. No menu, receitas criativas como o cordeiro cozido com azeite de baunilha. Para uma sobremesa refrescante, o Bali (Avenida Dr. Antônio Gouveia, 451, Praia de Pajuçara, 3231-8833; Cc: D, M, V; Cd: todos) tem 70 sabores de sorvete. A tapioca mais famosa da cidade é a da Maria Bonita (Avenida Dr. Mário Nunes Vieira, 240, 3338-1063), que prepara 40 versões do quitute. A 15 km da capital, Massagueira, a vila de pescadores do município de Marechal Deodoro, é o melhor lugar para comer frutos do mar. Há dezenas de restaurantes enfileirados à beira da Lagoa Manguaba. O mais famoso é o Bar do Pato (Avenida Nossa Senhora da Conceição, 1308, 3260-7048; 2ª/3ª 10h/18h, 4ª/sáb 10h/2h, dom 10h/18h). Vá de peixada ao molho de camarão ou camarão crocante. O Casquinha de Siri (no 92-A, 3260-7206; 3ª/dom 8h/18h30), como o nome já diz, serve o melhor petisco da Manguaba. No Bar Ilha (no 90, 3260-7025; 2ª 10h/18h, 3ª/sáb 10h/23h, dom 10h/18h), o cliente escolhe se quer ficar nas mesinhas na areia ou na ampla área coberta para saborear a peixada de arabaiana ao molho de coco, com arroz e pirão.

Barra de São Miguel

O Kaamo (Rua Escritor Jorge de Lima, 58, Barramar, 3272-1285; Cc: A, D, M, V; Cd: M, V), no Kenoa Exclusive Beach Spa & Resort, tem vista para o mar e serve receitas contemporâneas, como a cataplana kaamo, com frutos do mar ao leite de coco, acompanhada de purê de banana, farofa de camarão e arroz de brócolis. Mais simples, o cardápio do Marim (Rua Gal. Mário de C. Lima, 41, Riviera da Barra, 3272-1000; Cc: D, M, V; Cd: M, V) tem saborosas opções, como o filé de peixe ao molho de camarão e o arroz de polvo com camarão. Todos são acompanhados de mandioca frita, salada e purê de banana ou de batata.

PASSEAR

Maceió

O Museu Théo Brandão (Avenida da Paz, 1490, 3221-2651; 3ª/6ª 9h/17h, sáb 14h/17h) reúne uma infinidade de peças de artesanato de várias regiões de Alagoas. Às quintas-feiras (às 20h), há apresentações de grupos folclóricos. Da Praia de Pajuçara partem as jangadas que levam até as cristalinas piscinas naturais. A travessia entre a praia e os recifes pela Jaraguá Turismo (3337-2780) dura apenas 15 minutos e só pode ser feita nas luas cheia e nova, quando a maré baixa 3 metros de manhã e sobe o mesmo tanto à tarde. Na Serra da Barriga, em União dos Palmares (a 80 km de Maceió), fica o Parque Memorial Quilombo dos Palmares. Cercado de árvores, o refúgio tem uma vista espetacular da região. No memorial, criado em 2006, as casas dos antigos moradores foram reconstruídas com base em relatos e documentos históricos. A visita deve ser agendada na Secretaria de Cultura (3281-1799). O passeio de escuna dura 4h e contorna as nove ilhas da Lagoa Mandaú e para na Prainha, onde há um restaurante que prepara petiscos (Mara Azul Turismo, 3221-6417). Para mergulhar em Paripueira, o catamarã ancora, a 2,5 km da orla, nas piscinas naturais formadas na maré baixa (Jaraguá Turismo, 3337-2780).

Barra de São Miguel

O roteiro de barco da Caio Porto (9381-1560) até a Praia do Gunga começa na Lagoa do Roteiro, em Barra de São Miguel, contorna a Ilha dos Caetés e passa por piscinas naturais até atracar no destino. Antes do banho de mar, o Mirante do Gunga, a poucos metros da entrada para a praia, é parada clássica. Do alto tem-se uma das vistas mais bonitas da região. O guia Charles Almeida, da Gato do Mato Expedições (9992-6111 e 8815-3078), inventou um passeio à Vila Palateia, a 5 km da Barra de São Miguel, próxima à Lagoa do Roteiro. Uma canoa leva os visitantes ao local em que há criação de ostras. Lá, o guia tempera os moluscos com azeite e mel antes de você experimentá-los. O passeio dura cerca de 5h.

COMPRAR

Maceió

A Rua Alípio Barbosa da Silva, ou Rua das Rendeiras, concentra a maioria das lojas (9h/18h). Há rendas de rechelier, renascença e ponto-cruz, mas chama a atenção um tipo de renda: a filé. Já as esculturas de barro de dona Irineia Rosa Nunes da Silva são as mais procuradas na região. A artesã ficou famosa por suas peças de cabeças de barro, mas esculpe também anjos, santos e personagens que ela mesma cria. Agende a visita (9989-4575). Deixe para comprar as lembrancinhas da viagem na Feira de Artesanato da Pajuçara (Avenida Dr. Antônio Gouveia, 1447, 3231-3901; 9h/19h). As toalhas de mesa de fibra de coco (as mais baratas) ou de renda filé são a grande atração. As barracas também vendem sandálias e bolsas de palha, camisetas e chaveiros. O Mercado Central (Rua Melo Morais, centro; 8h/17h) é tímido em relação ao de outras capitais mas reúne boa variedade de artesanato, com preços mais baixos que nas feiras. Além de barracas com temperos tipicamente nordestinos, só aqui você encontra alguns produtos de secos e molhados como filtros de cerâmica e sandálias de couro de Arapiraca.

Leia mais:

Maceió, frente e verso

Maceió, frente e verso – O essencial

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s