Litoral da Bahia: pontos imperdíveis de norte a sul

Navegar pela extensa costa baiana é fácil: aqui estão locais seletos de sossego e contemplação da natureza para entrar no envolvente ritmo do Estado

Por entre 1.200 quilômetros de costa e quase 300 praias do litoral baiano, dois eixos, um norte e um sul, ainda conservam alguns retiros de natureza e cenários pouco explorados. Redutos de acesso apenas por trilhas e barcos revelam coqueirais, rochas escarpadas, recifes de coral e mar límpido, indisputados, desertos.

Conheça a seguir as indicações estreladas do GUIA QUATRO RODAS, lugares e endereços por onde você não pode deixar de passar, além de pousadas e hotéis que levam o selo Escolha do Guia, dicas certeiras para aproveitar o que a Bahia tem de melhor.

CARAÍVA

Vilarejo mais antigo do Brasil segundo o IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Caraíva tenta preservar a tranquilidade que lhe é característica: acessível apenas por barco, as ruazinhas estreitas são cobertas de areia fofa. Não há carros, e a escassa iluminação pública chegou há pouco tempo. Para “roubar” o sossego, há apenas os movimentados bares e pousadas durante o verão.

Não deixe de ir

Vale a caminhada por cerca de uma hora para chegar à Praia Barra Velha e avistar, no horizonte de água verde e cristalina, barquinhos coloridos de pescadores. O mar quente, com piscinas naturais, é ótimo para mergulho. Para ir à Praia Satu, se você não quiser andar também por uma hora, dá pra negociar um frete com os barqueiros. Chegando lá, aproveite a lagoa de água doce e a Barraca do Satu, que está lá há 30 anos.

Onde ficar

Pousada Vila do Mar

Casa da Praia

Pousada San Antonio

 

PRAIA DO ESPELHO

Ora verde, ora azul piscina claro, verdadeiro espelho do céu, é a cor da água de uma das praias mais bonitas do Brasil. Do lado esquerdo, por onde se chega de carro, a chamada Curuípe tem pousadas e estrutura pra comer e beber. À direita, depois do rio, começa a Praia do Espelho. As cinco estrelas dadas a ela pelo GUIA QUATRO RODAS não são à toa: contornada por falésias, às vezes cobertas pela vegetação de coqueiros, a praia guarda corais que, dependendo da maré, colorem o mar.

Não deixe de ir

A Praia do Outeiro (ou Setiquara) não tem todas as estrelas do Espelho, mas também revela seus corais na maré baixa e é cercada por rochas escarpadas. A 10 minutos de lá, a Praia dos Amores tem uma história interessante por trás da origem de seu nome. Por estar entre duas pontas de falésias, muitos casais teriam ficado presos ali com a maré alta e sido flagrados, com o fim do isolamento, em plenos “amores”.

Onde ficar

Pousada do Outeiro

Cordeiro de Nanã

Pousada Enseada do Espelho

Pousada Bendito Seja

Pousada do Baiano

 

TRANCOSO

Este distrito fashion de Porto Seguro guarda a praça mais famosa do Brasil: o Quadrado, onde brasileiros e gringos passeiam pelo retângulo gramado, cercado de pousadas luxuosas, lojas de marcas (como Osklen e Carmim) e restaurantes que servem jantar à luz de velas, sem o incômodo de carros e motos. Praias, rios, mangues, árvores centenárias e ambiente gay-friendly são alguns dos ingredientes que fazem deste um ponto disputado do litoral baiano.

Não deixe de ir

A areia clara e o mar verde da Praia do Rio da Barra têm, de um lado, a foz do rio que lhe dá nome e, do outro, uma falésia. Pode-se chegar ali a pé em 40 minutos pela Praia dos Nativos ou de carro pela estrada para Arraial d’Ajuda. É preciso caminhar uma hora e meia até a paradisíaca e quase sempre deserta Praia Ponta de Itaquena a partir da Praia do Rio Verde, mais procurada e com areia firme, ideal para caminhadas.

Onde ficar

Club Med

Villas de Trancoso

Etnia Clube de Mar

Uxua

Pousada Estrela D’Água

Pousada Capim Santo

Pousada Calypso

Tangará

Igreja de Nossa Senhora d'Ajuda, Arraial d'Ajuda, Bahia

Igreja de Nossa Senhora d’Ajuda tem um mirante atrás, com vista pro mar azul de Porto Seguro – Foto: Ricardo Freire

ARRAIAL D’AJUDA

Mata Atlântica e rochas escarpadas à beira-mar envolvem os 16 quilômetros de praias do povoado, também chamado de esquina do mundo. Isso porque Arraial d’Ajuda atrai pessoas de diversas culturas e foi reduto dos hippies nos anos 1970, seduzidos pela simplicidade e natureza exuberante do local. Entre Porto Seguro e Trancoso, o distrito é agitado no verão e possui pousadas charmosas e falésias a emoldurar suas praias. Ah, e experimente o imperdível croissant de chocolate do Paiol, que também faz tortas doces e variados pães caseiros.

Não deixe de ir

As praias Taípe e da Pitinga têm rochas escarpadas em suas paisagens. A primeira é a mais deserta do pedaço e também a mais preservada. O mar transparente é mais revolto do que as águas plácidas de Pitinga, bem movimentada devido aos hotéis, pousadas e barracas do canto esquerdo da orla. Na maré baixa, piscinas naturais e recifes de coral dominam o mar da Praia do Parracho.

Onde ficar

Maitei

Arraial D’Ajuda Eco Resort

Mar Paraíso

Pousada Beijo do Vento

Pousada Coqueiros

Pousada Cheiro Verde

 

BARRA GRANDE

Pracinha com igreja, amendoeiras e roda de capoeira fazem parte do sossego da vila mais conhecida da Península de Maraú. De difícil acesso, a melhor opção para chegar lá é deixar o carro em Camamu e atravessar o Rio Acaraí em lanchas ou barcos. De carro, parte-se de Itacaré para encarar 40 quilômetros de estrada de terra.

Não deixe de ir

“Lua nova, lua cheia, maré baixa, nove e meia.” Esse é o ditado que vale a pena ser aprendido para aproveitar os aquários de peixinhos das piscinas naturais da Praia Taipu de Fora, que se formam apenas duas vezes por mês, em períodos de maré baixa. A paisagem mais bonita da península exibe mar azul-claro, areia dourada e coqueiros enfileirados. É pouco?

Inclua um passeio de jipe por Taipu de Fora, Lagoa Azul e os mirantes Farol de Taipu e Morro Bela Vista. Contrate o programa no ponto das jardineiras, na Rua Vasco Neto (Vila de Barra Grande).

Onde ficar

Kiaora Eco-Luxury Resort

Pousada Terraços Marinhos

Pousada Lagoa do Cassange

Pousada Barrabella

Denada Posada

 

ITACARÉ

Rios, cachoeiras, Mata Atlântica, restingas e manguezais envolvem Itacaré. Às margens do Rio das Contas, a cidade tem ampla oferta de atividades e esportes, como rafting, rapel, trilhas, passeios de canoa e, claro, o surfe. Entre junho e outubro, essa antiga vila de pescadores fica mais tranquila, e o mar é presenteado com baleias ávidas para acasalar. Quando a fome bater, não tenha dúvidas: o Tio Gu Café tem gostosos crepes doces e salgados, batizados com nomes de praias, além de um ambiente agradável.

Não deixe de ir

A Praia Jeribucaçu é das mais bonitas e desertas da cidade. Chega-se a ela apenas por uma trilha não-sinalizada percorrida em aproximadamente 40 minutos, mas vale a pena. Cercada de coqueiros, a areia branquinha recebe as pancadas de ondas fortes, boas para surfe. A pequena e isolada Havaizinho acolhe ondas amansadas por dois costões compridos que canalizam a água. Com 30 minutos de caminhada se acessa a deserta Engenhoca, point de surfistas com o Rio Borundanga ao lado direito. Prainha é outro ponto de surfe e também é boa para caminhar e jogar frescobol na areia plana. Assim como as outras praias, o acesso é por trilha (50 minutos). Itacarezinho é a mais acessível delas: dá para deixar o carro no estacionamento e logo colocar os pés na areia. Em Camboinha, apelido dado à ponta norte, há uma ducha natural: uma cascata de água doce desce da mata e cai diretamente na areia. Importante: nenhuma dessas trilhas é sinalizada e o ideal é contratar um guia.

Onde ficar

Txai

Porto dos Casais

Aldeia do Mar

Pousada Burundanga

Pousada Coqueiro Verde

Pousada Shangri-lá

 

ILHA DE BOIPEBA

Entre Morro de São Paulo e Barra Grande está a apaixonante e bem preservada Ilha de Boipeba, uma das mais lindas paisagens brasileiras. Livre de carros e resorts, esta Área de Proteção Ambiental (APA) conseguiu se manter um excelente refúgio de tranquilidade com praias desertas e piscinas naturais. As melhores refeições da ilha são no restaurante da Pousada Santa Clara e a lagosta com abacaxi do quiosque do Guido, na Praia Cueira.

Não deixe de ir

Na Praia Moreré o mar prega peças: ora deixa apenas um filete de areia para caminhar, ora foge pra longe, encalha alguns barcos e forma piscinas cheias de vida marinha. A Praia Bainema, cuja orla é decorada por densa vegetação e centenas de coqueiros, também forma piscinas naturais na maré baixa. A Cueira é a melhor praia para banho, e o lado esquerdo é cheio de surfistas. Na Praia Ponta de Castelhanos, quando a maré permite, quem mergulha consegue ver recifes de corais e o navio espanhol Madre de Dios, naufragado em 1535.

Onde ficar

Pousada Mangabeiras

Pousada Vila Sereia

Pousada Santa Clara

Alizées Moreré

Leia mais:

Saveiros baianos: vento contra

13 Praias do litoral sul da Bahia para ter sossego

Contos baianos

8 experiências baianas imperdíveis

8 Melhores praias de nudismo do Brasil

Roteiro Rodoviário Sul da Bahia

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s